Artigo 10 da Lei nº 14.020 de 06 de Julho de 2020

Lei nº 14.020 de 06 de Julho de 2020

Institui o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda; dispõe sobre medidas complementares para enfrentamento do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus, de que trata a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020; altera as Leis n os 8.213, de 24 de julho de 1991, 10.101, de 19 de dezembro de 2000, 12.546, de 14 de dezembro de 2011, 10.865, de 30 de abril de 2004, e 8.177, de 1º de março de 1991; e dá outras providências.
Art. 10. Fica reconhecida a garantia provisória no emprego ao empregado que receber o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda, previsto no art. 5º desta Lei, em decorrência da redução da jornada de trabalho e do salário ou da suspensão temporária do contrato de trabalho de que trata esta Lei, nos seguintes termos:
I - durante o período acordado de redução da jornada de trabalho e do salário ou de suspensão temporária do contrato de trabalho;
II - após o restabelecimento da jornada de trabalho e do salário ou do encerramento da suspensão temporária do contrato de trabalho, por período equivalente ao acordado para a redução ou a suspensão; e
III - no caso da empregada gestante, por período equivalente ao acordado para a redução da jornada de trabalho e do salário ou para a suspensão temporária do contrato de trabalho, contado a partir do término do período da garantia estabelecida na alínea b do inciso II do caput do art. 10 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias.
§ 1º A dispensa sem justa causa que ocorrer durante o período de garantia provisória no emprego previsto no caput deste artigo sujeitará o empregador ao pagamento, além das parcelas rescisórias previstas na legislação em vigor, de indenização no valor de:
I - 50% (cinquenta por cento) do salário a que o empregado teria direito no período de garantia provisória no emprego, na hipótese de redução de jornada de trabalho e de salário igual ou superior a 25% (vinte e cinco por cento) e inferior a 50% (cinquenta por cento);
II - 75% (setenta e cinco por cento) do salário a que o empregado teria direito no período de garantia provisória no emprego, na hipótese de redução de jornada de trabalho e de salário igual ou superior a 50% (cinquenta por cento) e inferior a 70% (setenta por cento); ou
III - 100% (cem por cento) do salário a que o empregado teria direito no período de garantia provisória no emprego, nas hipóteses de redução de jornada de trabalho e de salário em percentual igual ou superior a 70% (setenta por cento) ou de suspensão temporária do contrato de trabalho.
§ 2º O disposto neste artigo não se aplica às hipóteses de pedido de demissão ou dispensa por justa causa do empregado.

TRT7 • Ação Trabalhista - Rito Ordinário • XXXXX-66.2021.5.07.0011 • 11ª Vara do Trabalho de Fortaleza do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIAO 11ª VARA DO TRABALHO DE FORTALEZA ATOrd XXXXX-66.2021.5.07.0011 RECLAMANTE: ROBERTO DO NASCIMENTO RECLAMADO: L & L…

Página 7076 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3) de 17 de Agosto de 2022

Aditamento ao ACT 2019/2020 suspendeu o fornecimento da cesta básica nos meses de maio e junho de 2020 e o auxílio refeição do mês de março/2020 foi dividido em duas parcelas de R$185,00, quitadas em…

Página 7077 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3) de 17 de Agosto de 2022

do encerramento da suspensão temporária do contrato de trabalho, por período equivalente ao acordado para a redução ou a suspensão; e (...) §1º A dispensa sem justa causa que ocorrer durante o…

Página 7080 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3) de 17 de Agosto de 2022

e, no mérito propriamente dito, decido julgar PROCEDENTES, EM PARTE, os pedidos formulados por RODRIGO DE PAULA AMARAL em face de AUTO NOSSA SENHORA APARECIDA LTDA. , para condenar a ré, observado o…

Página 7091 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3) de 17 de Agosto de 2022

maio e junho/20. Parágrafo Único – O vale alimentação referente ao mês de março/20, no valor de R$370,00 (trezentos e setenta reais), poderá ser fornecido de duas vezes, com crédito de R$185,00 no…

Página 7092 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3) de 17 de Agosto de 2022

II - 75% (setenta e cinco por cento) do salário a que o empregado teria direito no período de garantia provisória no emprego, na hipótese de redução de jornada de trabalho e de salário igual ou…

Página 7095 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3) de 17 de Agosto de 2022

férias acrescidas do terço constitucional e FGTS acrescido da multa de 40%, autorizada a dedução das horas extras já quitadas ao longo do período imprescrito do pacto laboral; - 10 (dez) minutos…

Página 4227 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) de 17 de Agosto de 2022

Fica V. Sa. intimado para tomar ciência da Decisão ID e00aa6c proferida nos autos. D E C I S Ã O Vistos. Tendo em vista a interposição de Agravo de Instrumento pelo(a) reclamado(a), mantenho a…

Página 4228 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) de 17 de Agosto de 2022

INTIMAÇÃO Fica V. Sa. intimado para tomar ciência da Sentença ID 1f1d1f8 proferida nos autos, cujo dispositivo consta a seguir: Dispositivo Isto posto, julgo improcedente a ação em face do Município…

Página 4920 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (TRT-15) de 17 de Agosto de 2022

PROCESSO nº XXXXX-15.2021.5.15.0145 (RORSum) RECORRENTE: PURO SABOR ALIMENTACAO EIRELI RECORRIDO: ROSA GONCALVES DOS SANTOS ORIGEM: VARA DO TRABALHO DE ITATIBA JUIZ SENTENCIANTE: ALESSANDRA REGINA…

Termo ou Assunto relacionado