Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
23 de julho de 2017
Poder Executivo Federal Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Poder Executivo Federal Editar

Cancelar
Poder executivo

Chama-se Poder Executivo as instituições políticas encarregadas de governar, ou seja, de executar na prática as tarefas concretas atribuídas ao Estado como, defesa nacional, serviços de educação, saúde, segurança pública, cobrança e arrecadação de impostos, entre outras. Nos países presidencialistas o Poder Executivo é representado pelo Presidente da República. Nos países parlamentaristas muitas vezes não ha uma distinção entre Poder Executivo e Poder Legislativo, uma vez que, o Primeiro-Ministro governa em conjunto com o Parlamento.

EBRADI

EBRADI -

Reforma Trabalhista: debate sobre terceirização: confira a opinião de Especialistas
Reforma Trabalhista: debate sobre terceirização: confira a opinião de Especialistas

Nesta terça-feira (11/07), o Senado Federal aprovou o texto legislativo que altera alguns pontos da consagrada Consolidação das Leis Trabalhistas , a CLT . Para as regras entrarem ...

Cauan Guilherme

Cauan Guilherme -

Caindo Temer, quem assume? Entenda
Caindo Temer, quem assume? Entenda

A crise política que se instalou no Brasil vem tomando patamares maiores com os escândalos divulgados pela imprensa envolvendo o atual presidente da República, Michel Temer. Segund...

Diretas já, mas não agora

O frenesi deflagrado com a iminência da concretização de uma previsão constitucional expressa, que reserva ao Congresso Nacional a prerrogativa de eleger o titular do Poder Executivo Federal no caso

Caio Rivas

Caio Rivas -

Peritos afirmam que partes importantes da gravação de Joesley com Temer não foram editadas

Em pronunciamento feito na tarde deste sábado (20) , o presidente Michel Temer falou de perícia encomendada pelo jornal “Folha de S. Paulo”, segundo a qual houve 50 edições no áudio entre ele e

EBRADI

EBRADI -

Michel Temer: uma análise da delação premiada
Michel Temer: uma análise da delação premiada

A notícia que abalou as instituições brasileiras na última quarta-feira, dia 17/05/2017, tem mais uma vez como pano de fundo a utilização do instituto da delação premiada, institut...

Matheus Wilson

Matheus Wilson -

Se o Temer cair quem assume a República?
Se o Temer cair quem assume a República?

Segundo informações do Jornal “O Globo” de 17/05/2017, o dono da JBS, afirmou à PGR que o presidente Michel Temer (PMDB) deu aval à compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha ...

Caio Rivas

Caio Rivas -

Temer pode ser preso por obstrução de justiça

Se a gravação comprovar que o presidente Michel Temer deu aval a Joesley Batista para comprar o silêncio de Eduardo Cunha, ele pode até sair da presidência direto para a cadeia. Mesmo com mandato.

Resultados da busca Jusbrasil para "Poder Executivo Federal"

CGU publica normas complementares sobre processo de contas do Poder Executivo Federal

de Contas da União (TCU) e abrange todas as unidades do Poder Executivo Federal. Dentre

Notícia Jurídica • Controladoria-Geral da União • 24/01/2013

CGU promove II Encontro de Corregedorias do Poder Executivo Federal

Encontro de Corregedorias do Poder Executivo Federal. O evento, que tem por objetivo aprofundar o estudo... o Sistema de Correição do Poder Executivo Federal, além de convidados das demais esferas de atuação... ...

Notícia Jurídica • Controladoria-Geral da União • 25/05/2012

STJ - RECURSO ESPECIAL REsp 1230532 DF 2011/0012715-7 (STJ)

Data de publicação: 19/12/2012

Ementa: RECURSO ESPECIAL REPETITIVO. ART. 105 , III , ALÍNEA A DA CF . ART. 543-C DO CPC . RESOLUÇÃO 8/08 DO STJ. DIREITO ADMINISTRATIVO.SERVIDOR PÚBLICO DO PODER EXECUTIVO FEDERAL. EXERCÍCIO DE FUNÇÃOCOMISSIONADA JUNTO AO PODER JUDICIÁRIO. INCORPORAÇÃO DE QUINTOS.OBSERVÂNCIA DA FUNÇÃO EFETIVAMENTE EXERCIDA. RECURSO ESPECIAL DAUNIÃO FEDERAL DESPROVIDO. 1. Com o advento da Medida Provisória 2.225-45/2001, queacrescentou o art. 62-A à Lei 8.112 /90, reportando-se ao conteúdonormativo dos arts. 3o . e 10 da Lei 8.911 /94 e 3o. da Lei 9.624 /98,permitiu-se a compreensão de que foi elastecido o prazo deincorporação dos chamados quintos, passando a vigorar até 05 desetembro de 2001, data do início de sua vigência. 2. O entendimento firmado no âmbito desta Corte Superior é o deque as parcelas incorporadas aos vencimentos dos servidores cedidosa outro Poder deve observar o valor da função efetivamente exercida,sendo vedada a redução dos valores incorporados sob o fundamento deser necessário efetuar a correlação entre as funções dos diferentesPoderes. 3. Recurso Especial da UNIÃO FEDERAL desprovido, com os efeitosprevistos no art. 543-C do CPC e na Resolução 8/2008-STJ, de acordocom os precedentes do STJ: AgRg no REsp. 1.159.467/DF, Rel. Min.CELSO LIMONGI, DJe 25.5.2011; AgRg no REsp. 942.868/DF, Rel. Min.MARIA THEREZA DE ASSIS MOURA, DJe 8.6.2009; REsp. 1.089.886/DF, Rel.Min. MARIA THEREZA DE ASSIS MOURA, DJe 15.12.2008; AgRg no REsp.913.225/DF, Rel. Min. JORGE MUSSI, DJe 2.2.2009.

×