Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
13 de dezembro de 2017
Poder Constituinte Reformador Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Poder Constituinte Reformador Editar

Cancelar
Poder constituinte reformador

As emendas constitucionais são supressões, adições ou modificações que alteram o texto da Constituição. Elas são realizadas pelo poder constituinte reformador, que, no caso brasileiro, ficou sob a incumbência do Congresso Nacional. Sua função é adequar a Constituição às mudanças que ocorrem na sociedade. O poder reformador foi criado pelo poder constituinte original e possui as seguintes características: é subordinado, derivado e limitado.

Poder Constituinte

Poder Constituinte Por Erick Fiuza . Segundo ensinou, um dia, Lao Tsé, “toda caminhada começa, invariavelmente... constituição : o Poder Constituinte. Para que se possa fazer uma análise abrangente acerca deste poder, torna... como, qual a importância do Poder Constituinte como traço de legitimidade social nas Cartas M...

Kleyd Barbosa

Kleyd Barbosa -

Poder Constituinte

Poder Constituinte: “conceitua Alexandre de Moraes, poder constituinte é a manifestação soberana da suprema vontade política de um povo, social e juridicamente organizado”. Ou seja, é o poder de

A (im)possibilidade da implementação do sistema parlamentarista através de Proposta de Emenda à Constituição

Resumo: O presente artigo científico apresenta um discorrer acerca da impossibilidade, ou possibilidade da implementação do sistema parlamentarista no Brasil através de uma proposta de emenda à

A menoridade do Estado de Direitos

A Proposta de Emenda Constitucional nº 171/93 (PEC 171/93), destinada a alterar o art. 228 da Constituição Federal para reduzir a maioridade penal originariamente prevista a partir dos 18 anos,

Não foi golpe do Cunha – e explicamos o porquê

Artigo redigido em conjunto com advogados e estudantes de Direito* A redução da maioridade penal, desejada por 87 % da população do país, é tema de intensos debates há muito tempo, suscitando paixões

Emenda constitucional inconstitucional: O poder de reforma da constituição

Embora à primeira vista possa afigurar-se paradoxal, mesmo que observados os requisitos formais para sua promulgação, no aspecto material uma Emenda à Constituição pode ser considerada

Presidente da OAB defende reforma política democrática

Brasília O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, reafirmou nesta quarta-feira (29), a exemplo do que fez na abertura da XXII Conferência Nacional dos Advogados, a necessidade do

Resultados da busca Jusbrasil para "Poder Constituinte Reformador"

Poder constituinte reformador

da Constituição. Elas são realizadas pelo poder constituinte reformador, que, no caso brasileiro, ficou... na sociedade. O poder reformador foi criado pelo poder constituinte original e possui as seguintes ...

Definição • Jb • 16/04/2009

Poder Constituinte Reformador não pode transformar recurso em ação

constituinte reformador, não possui o poder de alterar a essência das coisas. Não é possível ao Congresso... pode muito, mas não pode tudo. O exercício do poder de reforma da Constituição pelo Congresso ...

Notícia Jurídica • Consultor Jurídico • 24/05/2011

STF - MEDIDA CAUTELAR NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE ADI 2135 DF (STF)

Data de publicação: 06/03/2008

Ementa: MEDIDA CAUTELAR EM AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. PODER CONSTITUINTE REFORMADOR. PROCESSO LEGISLATIVO. EMENDA CONSTITUCIONAL 19 , DE 04.06.1998. ART. 39 , CAPUT, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL . SERVIDORES PÚBLICOS. REGIME JURÍDICO ÚNICO. PROPOSTA DE IMPLEMENTAÇÃO, DURANTE A ATIVIDADE CONSTITUINTE DERIVADA, DA FIGURA DO CONTRATO DE EMPREGO PÚBLICO. INOVAÇÃO QUE NÃO OBTEVE A APROVAÇÃO DA MAIORIA DE TRÊS QUINTOS DOS MEMBROS DA CÂMARA DOS DEPUTADOS QUANDO DA APRECIAÇÃO, EM PRIMEIRO TURNO, DO DESTAQUE PARA VOTAÇÃO EM SEPARADO (DVS) Nº 9. SUBSTITUIÇÃO, NA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA LEVADA A SEGUNDO TURNO, DA REDAÇÃO ORIGINAL DO CAPUT DO ART. 39 PELO TEXTO INICIALMENTE PREVISTO PARA O PARÁGRAFO 2º DO MESMO DISPOSITIVO, NOS TERMOS DO SUBSTITUTIVO APROVADO. SUPRESSÃO, DO TEXTO CONSTITUCIONAL , DA EXPRESSA MENÇÃO AO SISTEMA DE REGIME JURÍDICO ÚNICO DOS SERVIDORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. RECONHECIMENTO, PELA MAIORIA DO PLENÁRIO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, DA PLAUSIBILIDADE DA ALEGAÇÃO DE VÍCIO FORMAL POR OFENSA AO ART. 60 , § 2º , DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL . RELEVÂNCIA JURÍDICA DAS DEMAIS ALEGAÇÕES DE INCONSTITUCIONALIDADE FORMAL E MATERIAL REJEITADA POR UNANIMIDADE. 1. A matéria votada em destaque na Câmara dos Deputados no DVS nº 9 não foi aprovada em primeiro turno, pois obteve apenas 298 votos e não os 308 necessários. Manteve-se, assim, o então vigente caput do art. 39, que tratava do regime jurídico único, incompatível com a figura do emprego público. 2. O deslocamento do texto do § 2º do art. 39, nos termos do substitutivo aprovado, para o caput desse mesmo dispositivo representou, assim, uma tentativa de superar a não aprovação do DVS nº 9 e evitar a permanência do regime jurídico único previsto na redação original suprimida, circunstância que permitiu a implementação do contrato de emprego público ainda que à revelia da regra constitucional que exige o quorum de três quintos para aprovação de qualquer mudança constitucional. 3. Pedido de medida cautelar deferido, dessa forma, quanto ao caput do art. 39 da Constituição Federal , ressalvando-se, em decorrência dos efeitos ex nunc da decisão, a subsistência, até o julgamento definitivo da ação, da validade dos atos anteriormente praticados com base em legislações eventualmente editadas durante a vigência do dispositivo ora suspenso. 4. Ação direta julgada prejudicada quanto ao art. 26 da EC 19 /98, pelo exaurimento do prazo estipulado para sua vigência. 5. Vícios formais e materiais dos demais dispositivos constitucionais impugnados, todos oriundos da EC 19 /98, aparentemente inexistentes ante a constatação de que as mudanças de redação promovidas no curso do processo legislativo não alteraram substancialmente o sentido das proposições ao final aprovadas e de que não há direito adquirido à manutenção de regime jurídico anterior. 6. Pedido de medida cautelar parcialmente deferido....

×