Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
20 de fevereiro de 2017
Juros Compensatórios Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Juros Compensatórios

Adicione uma descrição a este tópico. Editar

caracteres restantes

Cancelar
Andamento do Processo n. 0021206-71.1969.4.03.6100 - Apelação Cível - 23/01/2017 do TRF-3

pelo desapossamento do beme os juros de mora servempara ressarcir a demora no pagamento da indenização. Os juros compensatórios... do CPC/73, a 1ª Seção do STJ considerou que os juros compensatórios, emdesapropriação, são devidos no percentual de 12% a..., do DL nº 3365/1941, introduzido pela mesma MP). Após 13/09/200...

DECISÃO: Indevidos juros compensatórios em ação de desapropriação sobre área de preservação permanente ou inexplorável economicamente

DECISÃO: Indevidos juros compensatórios em ação de desapropriação sobre área de preservação permanente ou inexplorável... dos juros compensatórios (que se destinam a remunerar o proprietário pela perda da posse), as áreas caracterizadas..., com juros compensatórios sobre toda a área expropriada. Insatisfeita, a Companh...

Daniel Nazar

Daniel Nazar -

5 coisas que você precisa saber sobre ‘’ JUROS NO PÉ’’

5 coisas que você precisa saber sobre ‘’ JUROS NO PÉ’’ 1- O pagamento dos juros no pé deve estar previsto em contrato... a entrega das chaves ou um período estipulado, também deve constar no contrato. 3- Quem já pagou juros durante a fase... do que a outra, ação proibida pelo Código de Defesa do Consumidor. 5 coisas qu...

Daniel Macedo

Daniel Macedo -

Direito Aplicado: Novos Comentários sobre os “Juros de Obra”

das observações que aqui serão realizadas. Os juros compensatórios no ordenamento jurídico brasileiro Como exposto... com os juros compensatórios, jamais descartando a possibilidade de negociá-los no momento da compra. [1] http://danielmacedoadv... chamam de taxa de juros do contrato de financiamento habitacional — ta...

Imóvel adquirido na planta ou em construção

de juros compensatórios, antes da entrega das chaves do imóvel - ‘juros no pé’ -, porque nesse período, não há capital... sobre a cobrança de juros, antes da entrega das chaves, os chamados “juros no pé”. A questão é deveras controvertida. Há... esta tese, a cobrança de “juros no pé” é abusiva. De outro lado, há quem ...

Andamento do Processo n. 1001588-30.2015.5.02.0386 - RTOrd - 13/04/2016 do TRT-2

Processo Nº RTOrd-1001588-30.2015.5.02.0386 RECLAMANTE MAURICIO CASELATO ADVOGADO ERICSON CRIVELLI (OAB: 71334/SP) RECLAMADO BANCO BRADESCO SA ADVOGADO ENOS PEREIRA RIBEIRO (OAB: 341797/SP) ADVOGADO

Estupro e estelionato previdenciário entre os temas da Pesquisa Pronta do STJ

A Secretaria de Jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) oferece mensalmente novos temas na Pesquisa Pronta, ferramenta de consulta jurisprudencial. As teses são selecionadas por

Andamento do Processo n. 0000176-96.2015.5.09.0124 - RTOrd - 17/03/2016 do TRT-9

Processo Nº RTOrd-0000176-96.2015.5.09.0124 AUTOR CLAUDEMIR DE SOUZA FREIRE ADVOGADO JOÃO CANDIDO AVILA JUNIOR (OAB: 21041/PR) ADVOGADO GERSON EURICO DOS REIS (OAB: 26032/PR) ADVOGADO Michelli Avila

Dos juros compensatórios na desapropriação

Em liminar deferida na ADIN 2.332-2-DF, o Egrégio Supremo Tribunal Federal suspendeu por inconstitucionalidade a eficácia da expressão “ de até 6% ao ano ”, constante do artigo 15-A do Decreto Lei

Resultados da busca Jusbrasil para "Juros Compensatórios"

STJ - RECURSO ESPECIAL REsp 1351812 MA 2012/0231122-3 (STJ)

Data de publicação: 21/05/2013

Ementa: PROCESSUAL. ADMINISTRATIVO. DESAPROPRIAÇÃO. JUROS COMPENSATÓRIOS. MP Nº 1.577 /97 E REEDIÇÕES. PRINCÍPIO DO TEMPUS REGIT ACTUM. 1. Discute-se no caso o afastamento dos juros compensatórios, ao argumento de que a propriedade era improdutiva. O acórdão recorrido está em sintonia com a orientação adotada pela jurisprudência desta Corte. 2. A eventual improdutividade do imóvel não afasta o direito aos juros compensatórios, pois esses restituem não só o que o expropriado deixou de ganhar com a perda antecipada, mas também a expectativa de renda, considerando a possibilidade de o imóvel ser aproveitado a qualquer momento de forma racional e adequada, ou até ser vendido com o recebimento do seu valor à vista. 3. São indevidos juros compensatórios quando a propriedade se mostrar impassível de qualquer espécie de exploração econômica seja atual seja futura, em decorrência de limitações legais ou da situação geográfica ou topográfica do local onde se situa a propriedade, o que não é o caso dos autos. 4. Para aferir a incidência dos juros compensatórios em imóvel improdutivo, deve ser observado o princípio do tempus regit actum, assim como acontece na fixação do percentual desses juros, de modo que: a) Os juros compensatórios são devidos sobre o imóvel improdutivo desde a imissão na posse até a entrada em vigor das MPs 1.901-30, 2.027-38 e reedições - que suspendem a incidência dos referidos juros -, os quais voltam a incidir a partir da publicação da MC na ADI 2.332/DF ( DJU de 13.9.2001), até a data da expedição do precatório original, segundo a dicção do § 12 do art. 100 da CF , com a redação dada pela EC 62 /2009, salvo se houver mudança de entendimento do Pretório Excelso quando do julgamento de mérito da referida ação de controle abstrato. b) A taxa dos juros compensatórios em desapropriação é de 12% ao ano, salvo no período compreendido 11.6.1997 e 13.9.2001, quando a referida taxa é de 6% ao ano. 5. Recurso especial não provido....

STJ - EMBARGOS DE DIVERGÊNCIA EM RECURSO ESPECIAL EREsp 902452 RN 2011/0028702-0 (STJ)

Data de publicação: 07/03/2013

Ementa: DESAPROPRIAÇÃO PARA FINS DE REFORMA AGRÁRIA. IMÓVEL IMPRODUTIVO.JUROS COMPENSATÓRIOS. Sendo improdutivo o imóvel, os juroscompensatórios não incidem no período compreendido entre a entradaem vigor da Medida Provisória nº 1.901, de 24 de setembro de 1999, ea publicação da medida liminar deferida na ADI nº 2.332, DF.Embargos de divergência conhecidos e providos.

STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL AgRg no REsp 1147767 MS 2009/0129925-3 (STJ)

Data de publicação: 14/05/2013

Ementa: AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. MULTA DO ARTIGO 475-J DO CPC . APLICAÇÃO. JUROS COMPENSATÓRIOS. VIOLAÇÃO DO PRINCÍPIO DA ADSTRIÇÃO AO PEDIDO. NÃO OCORRÊNCIA. 1. Não se vislumbra aplicação retroativa do artigo 475-J do CPC no caso concreto. 2. O STJ já decidiu que a conversão da obrigação em perdas e danos, na fase de cumprimento de sentença, com a previsão de pagamento de juros compensatórios, não enseja violação da coisa julgada ou do princípio da adstrição ao pedido. 3. Agravo regimental não provido.

×