Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
19 de novembro de 2017
Pena Editar Foto
×

Alterar Imagem

Envie uma imagem

Pena

Adicione uma descrição a este tópico. Editar

caracteres restantes

Cancelar
EBRADI

EBRADI -

Execução da pena após condenação em 2ª instância é constitucional? PGR afirma que sim

, a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge apontou que esse posicionamento permite a eficácia do Direito Penal, ao passo...Execução da pena após condenação em 2ª instância é constitucional? PGR afirma que sim Na última quinta-feira (16/11... Zavascki, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli, Luiz Fux, Cá...

EBRADI

EBRADI -

STF: é vedada a fixação do regime prisional com base apenas da hediondez do crime

O Supremo Tribunal Federal, em julgamento do Recurso Extraordinário com Agravo de nº 1052700, reafirmou a jurisprudência da Corte no sentido de entender pela inconstitucionalidade da fixação do

Columbine: o massacre que apresentou o Bullying ao mundo

seu ombro direito e sua mão, também atingindo-a de raspão no pescoço e perfurando uma artéria principal. Quando ela começou... de abril de 1999, até que dois jovens da pequena cidade de Columbine no estado americano do Colorado resolveram apresentar... choca a todos. DE “PERDEDORES” A VILÕES ASSASSINOS Eric Harris nas...

Como eu escolheria um Advogado Criminalista?

Por Evinis Talon Às vezes, tento refletir sobre questões aparentemente improváveis. Uma dessas questões é: se eu fosse acusado em um processo criminal (e ninguém está livre dessa fatalidade), como

Abigeato: inovação ou invenção jurídica?

Por Andrea Russo Os delitos ofensivos ao patrimônio sempre receberam um tratamento rigoroso na nossa legislação penal. O patrimônio sempre foi tido como um bem jurídico de extrema e elevada

Richard Speck, o assassino de enfermeiras

Por Eduardo Dutra Barbosa Estrangular alguém não é como na TV. Leva mais de três minutos e você tem que ter muita força – Richard Speck A PERSONALIDADE Richard Benjamin Speck nasceu em 6 de dezembro

A inafiançabilidade do tráfico de drogas impede a concessão de liberdade provisória?

Por Daniel Lima A carta magna de 1988 , em seu artigo 5°, incisos XLII, XLIII e XLIV, bem como o código de processo penal, nos seus artigos 323 e 324, trazem um rol de crimes e situações nas quais o

O que a política criminal tem a ver com o processo legislativo?

Por Mariana Py Muniz Cappellari Na semana passada sofremos com notícias advindas da Câmara de Deputados, diretamente de Brasília/DF, as quais davam conta da aprovação, nesse âmbito, de projetos de

O tribunal é dos homens

Por Susan Squair É uma discussão amplamente difundida a que diz respeito ao machismo estrutural que permeia toda a sociedade em que vivemos, atualmente e desde seus primórdios. Muito se fala sobre a

Resultados da busca Jusbrasil para "Pena"

STF - RECURSO ORDINÁRIO EM HABEAS CORPUS RHC 116111 DF (STF)

Data de publicação: 13/05/2013

Ementa: EMENTA RECURSO ORDINÁRIO EM HABEAS CORPUS. TRÁFICO DE DROGAS. DOSIMETRIA DA PENA. CAUSA DE DIMINUIÇÃO DO ART. 33 , § 4º , DA LEI 11.343 /06. CIRCUNSTÂNCIAS DESFAVORÁVEIS. SUBSTITUIÇÃO DA PENA. REGIME INICIAL DE CUMPRIMENTO DE PENA. 1. A dosimetria da pena é matéria sujeita a certa discricionariedade judicial. O Código Penal não estabelece rígidos esquemas matemáticos ou regras absolutamente objetivas para a fixação da pena. Cabe às instâncias ordinárias, mais próximas dos fatos e das provas, fixar as penas. Às Cortes Superiores, no exame da dosimetria das penas em grau recursal, compete apenas o controle da legalidade e da constitucionalidade dos critérios empregados, com a correção de eventuais discrepâncias, se gritantes e arbitrárias, nas frações de aumento ou diminuição adotadas pelas instâncias anteriores. 2. Pertinente à dosimetria da pena, encontra-se a aplicação da causa de diminuição da pena objeto do § 4º do art. 33 da Lei 11.343 /2006. Cabe às instâncias anteriores decidir sobre a aplicação ou não do benefício e, se aplicável, a fração pertinente, não se mostrando hábil o habeas corpus para revisão, salvo se presente manifesta ilegalidade ou arbitrariedade. 3. Concretizada a pena em patamar superior a quatro anos, inviável a substituição das penas e a imposição do regime inicial aberto, conforme os parâmetros objetivos insertos nos artigos 44 , I , e 33 , § 2º , c, do Código Penal . 4. Recurso ordinário em habeas corpus a que se nega provimento. Ordem Concedida de ofício tão somente para determinar complementação do julgamento da apelação.

Advogado reclama de penas aplicadas a Pizzolato pelo Supremo

do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, reclamou das penas a que seu cliente foi condenado nesta... anos). Veja também: STF aplica pena de 12 anos e 7 meses de prisão a ex-diretor de Marketing do BB... Barbosa reconhece erro sobre ...

Notícia Jurídica • Estadão • 21/11/2012

STF - HABEAS CORPUS HC 114472 ES (STF)

Data de publicação: 04/06/2013

Ementa: EMENTA HABEAS CORPUS. SUBSTITUTIVO DO RECURSO. CONSTITUCIONAL. INADEQUAÇÃO DA VIA ELEITA. TRÁFICO DE DROGAS. DOSIMETRIA DA PENA. CAUSA DE DIMINUIÇÃO DO ART. 33 , § 4º , DA LEI 11.343 /06. CIRCUNSTÂNCIAS DESFAVORÁVEIS. SUBSTITUIÇÃO DA PENA. REGIME INICIAL DE CUMPRIMENTO DE PENA. 1. Contra a denegação de habeas corpus por Tribunal Superior prevê a Constituição Federal remédio jurídico expresso, o recurso ordinário. Diante da dicção do art. 102 , II , a , da Constituição da República, a impetração de novo habeas corpus em caráter substitutivo escamoteia o instituto recursal próprio, em manifesta burla do preceito constitucional. 2. A dosimetria da pena é matéria sujeita a certa discricionariedade judicial. O Código Penal não estabelece rígidos esquemas matemáticos ou regras absolutamente objetivas para a fixação da pena. Cabe às instâncias ordinárias, mais próximas dos fatos e das provas, fixar as penas. Às Cortes Superiores, no exame da dosimetria das penas em grau recursal, compete apenas o controle da legalidade e da constitucionalidade dos critérios empregados, com a correção de eventuais discrepâncias, se gritantes e arbitrárias, nas frações de aumento ou diminuição adotadas pelas instâncias anteriores. 3. O Plenário do Supremo Tribunal Federal reputou inválidas, para crimes de tráfico de drogas, a vedação à substituição da pena privativa de liberdade por restritivas de direito e a imposição compulsória do regime inicial fechado. Todavia, os julgados não reconheceram direito automático a esses benefícios. A questão há de ser apreciada pelo juiz do processo à luz do preenchimento, ou não, dos requisitos legais dos arts. 33 e 44 do Código Penal . 4. Habeas corpus extinto sem resolução do mérito, mas com concessão da ordem de ofício, a fim de determinar ao Juízo das Execuções que, afastadas as vedações previstas no art. 2º , § 1º , da Lei 8.072 /90 e no art. 44 da Lei 11.343 /2006, avalie a possibilidade de fixação de regime mais brando para a paciente, promovendo a alteração, se for o caso, bem como a viabilidade de conversão da pena privativa de liberdade em restritiva de direitos....

×