Aluguel Comercial e o Coronavírus (COVID-19)

. O coronavírus (COVID-19) e as empresas Primeiramente cumpre esclarecer que não se pretende insinuar que os trabalhadores não... das empresas. Em outro momento será abordado no blog a questão dos …
Thaís Uchôa, Advogado
há 4 dias

Pandemia e paralisação econômica: quais as perspectivas para o empresário?

seu plano de negócios e de gestão, bem como atualizar as expectativas de crescimento com base no cenário atual (esquece... aglomerações e proporcionar o isolamento da população.  2) Posso negociar

Fato ou Fake News? Problemas causados pela ausência de padronização de documentos

como a sobrecarga de tarefas sentida por muitos profissionais pode ser, na verdade, uma deficiência na gestão e organização... mesma. Precisamos falar sobre gestão de tempo Anteriormente, fiz um …

Revogada parte da MP 927/2020: Não há mais possibilidade de suspensão do contrato de trabalho

Ontem (23/03/2020) a discussão no Brasil era apenas uma: a Medida Provisória nº 927/2020 e a possibilidade de deixar de pagar salário ao trabalhador por até 4 meses. Fui acionada logo cedo por…

Andamento do Processo n. 5014052-43.2020.4.02.5101 - Mandado de Segurança - 23/03/2020 do TRF-2

financeiros, de várias ordens, à empresa ora impetrante, somados a prejuízos morais. Acrescentou que a demora... na prestação do serviço público, o qual se discute no presente mandumus, pela Adminis…

O que é Câmara de Arbitragem?

A Câmara é uma entidade autônoma especializada na solução de conflitos que versem sobre direito patrimonial disponível, por meio de regras e procedimentos próprios e dos mecanismos da Lei de…

Quarentena x Relação de trabalho

.  O que a empresa deve fazer nesse caso?! Como proceder em relação à empresas e às relações de trabalho?! Diante das novas... e se adaptar.  A primeira alternativa seria estabelecer "home office" - …
Rafael Rocha, Advogado
há 10 dias

[Vídeo] Minha empresa vai poder funcionar com o COVID-19?

Tire suas dúvidas sobre o Decreto nº 9.637 DE 17 DE MARÇO DE 2020 do Governo do Estado de Goiás. Dr. Rafael Rocha - Advogado Criminalista OAB/GO 66.675…

Andamento do Processo n. 0035429-73.2018.8.21.0022 - 18/03/2020 do TJRS

022/1.18.0015060-0 (CNJ 0035429-73.2018.8.21.0022) - JULIANA CADORE RAMIRES (PP. DIEGO VARGAS PICCIONI 99022/RS E IGOR MANUEL RASCH MENNA 97067/RS) X VANDERLEI JOSE DAMIN E NEVES E FILHOS,…

3 métodos para fazer as coisas acontecerem no seu escritório

Você já passou por uma situação como essa no dia a dia de trabalho da advocacia? Acordar com empolgação para fazer várias atividades durante o dia. Sua cabeça está cheia de atividades bagunçadas.
Resultados da busca Jusbrasil para "Administração (Gestão)"
Recurso Ordinário RO 00036079320145010481 (TRT-1)
Jurisprudência31/01/2017Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Ementa: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. CONTRATO DE GESTÃO. Embora o -contrato de gestão- possua regramento próprio, trata-se de modalidade contratual que se assemelha à terceirização de serviços, não constituindo garantia para eximir a Administração Pública da responsabilidade subsidiária, quando verificada a ausência de fiscalização. Em sendo assim, ao celebrar o contrato com a entidade privada para a intermediação de mão de obra, a Administração Pública contrai obrigações in eligendo e in vigilando atuando como verdadeira tomadora de serviços.
RELATÓRIO DE LEVANTAMENTO (RL) 01724520176 (TCU)
Jurisprudência21/03/2018Tribunal de Contas da União
Ementa: LEVANTAMETNO EM 581 ÓRGÃOS E ENTIDADES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL SOBRE GOVERNANÇA E GESTÃO EM 2017. ÍNDICE INTEGRADO DE GOVERNANÇA E GESTÃO (IGG). ÍNDICES DE GOVERNANÇA E GESTÃO DE PESSOAS (iGovPessoas), DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (iGovTI) E DE CONTRATAÇÕES (iGovContratações). DETERMINAÇÃO, RECOMENDAÇÕES E DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES.
Recurso Ordinário RO 00036079320145010481 RJ (TRT-1)
Jurisprudência31/01/2017Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Ementa: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. CONTRATO DE GESTÃO. Embora o -contrato de gestão- possua regramento próprio, trata-se de modalidade contratual que se assemelha à terceirização de serviços, não constituindo garantia para eximir a Administração Pública da responsabilidade subsidiária, quando verificada a ausência de fiscalização. Em sendo assim, ao celebrar o contrato com a entidade privada para a intermediação de mão de obra, a Administração Pública contrai obrigações in eligendo e in vigilando atuando como verdadeira tomadora de serviços.
Recurso Ordinário Trabalhista RO 01007220520175010451 RJ (TRT-1)
Jurisprudência16/09/2019Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Ementa: RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. CONTRATO DE GESTÃO. Se a Administração Pública é responsável subsidiariamente pelo adimplemento das verbas trabalhistas oriundas da terceirização de sua atividade-meio, por óbvio, também o será em relação ao inadimplemento ocorrido no âmbito de um contrato de gestão com uma Organização Social, no qual se delega a execução de uma atividade-fim do próprio Ente. Assim, comprovado que a Administração Pública não realizou a efetiva fiscalização do adimplemento dos encargos trabalhistas no âmbito do contrato de gestão, ônus processual que lhe recai, por ser fato impeditivo do direito do autor, cabível é sua condenação subsidiária pelos créditos reconhecidos. Recurso a que se dá provimento.
Agravo de Peticao AP 00463007219955010024 RJ (TRT-1)
Jurisprudência18/12/2017Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Ementa: PROCURADOR COM AMPLOS PODERES DE GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DA EMPRESA EXECUTADA. Demonstrado que o agravado, procurador da executada, possuía amplos poderes de gestão e administração, conforme conteúdo da procuração anexada aos autos, devida a sua inclusão no polo passivo da execução, restando presentes os requisitos previstos nos arts. 50 e 1.016 do CC .
RECURSO ORDINÁRIO RO 01003607920175010264 RJ (TRT-1)
Jurisprudência16/10/2017Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Ementa: CONTRATO DE GESTÃO. ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. RESPONSABILIDADE. O Contrato de Gestão por Organização Social não exime o ente público da fiscalização, já que a Lei 9637 /98 é clara ao impor tal obrigação ao contratante. Assim, não comprovada a efetiva fiscalização, há de ser reconhecida a responsabilidade do ente público pelos créditos do trabalhador.
RECURSO ORDINÁRIO RO 01009277820175010501 RJ (TRT-1)
Jurisprudência01/07/2019Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Ementa: RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. CONTRATO DE GESTÃO. Se a Administração Pública é responsável subsidiariamente pelo adimplemento das verbas trabalhistas oriundas da terceirização de sua atividade-meio, por óbvio, também o será em relação ao inadimplemento ocorrido no âmbito de um contrato de gestão com uma Organização Social, no qual se delega a execução de uma atividade-fim do próprio Ente. Assim, comprovado que a Administração Pública não realizou a efetiva fiscalização do adimplemento dos encargos trabalhistas no âmbito do contrato de gestão, ônus processual que lhe recai, por ser fato impeditivo do direito do autor, cabível é sua condenação subsidiária pelos créditos reconhecidos.
RECURSO ORDINÁRIO RO 01001728120175010201 RJ (TRT-1)
Jurisprudência13/04/2019Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Ementa: RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. CONTRATO DE GESTÃO. Se a Administração Pública é responsável subsidiariamente pelo adimplemento das verbas trabalhistas oriundas da terceirização de sua atividade-meio, por óbvio, também o será em relação ao inadimplemento ocorrido no âmbito de um contrato de gestão com uma Organização Social, no qual se delega a execução de uma atividade-fim do próprio Ente. Assim, comprovado que a Administração Pública não realizou a efetiva fiscalização do adimplemento dos encargos trabalhistas no âmbito do contrato de gestão, ônus processual que lhe recai, por ser fato impeditivo do direito do autor, cabível é sua condenação subsidiária pelos créditos reconhecidos. Recurso a que se nega provimento.
RECURSO ORDINÁRIO RO 01017842820175010048 RJ (TRT-1)
Jurisprudência01/07/2019Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Ementa: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. CELEBRAÇÃO DE CONTRATO DE GESTÃO. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA. A celebração de contrato de gestão independe de licitação prévia, não se aplicando o art. 116 da Lei nº 8.666/93, a mera existência da contratação não é suficiente para se entender pela responsabilidade do ente público contratante. Ocorre, entretanto, que no presente caso a administração não logrou comprovar que diligenciou com atenção necessária no sentido de evitar que os direitos trabalhistas do autor fossem assegurados.  
RECURSO ORDINÁRIO RO 01012085320185010451 RJ (TRT-1)
Jurisprudência13/06/2019Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Ementa: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. CELEBRAÇÃO DE CONTRATO DE GESTÃO. RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA. A celebração de contrato de gestão independe de licitação prévia, não se aplicando o art. 116 da Lei nº 8.666 /93, a mera existência da contratação não é suficiente para se entender pela responsabilidade do ente público contratante. Ocorre, entretanto, que no presente caso a administração não logrou comprovar que diligenciou com atenção necessária no sentido de evitar que os direitos trabalhistas do autor fossem assegurados.
Buscar mais 3.563.404 resultados sobre "Administração (Gestão)" na busca Jusbrasil