Concurseiro Legal

Concurseiro Legal

Material de estudo, Técnicas de planejamento, dicas motivacionais e Estratégias de aprovação. Tudo para garantir que seus esforços tragam resultados cada vez melhores.

O Retorno dos Concursos Públicos em Goiás. Análise do edital nº 1/2019 para Agente de Segurança Prisional com previsão de 500 vagas!

Em maio deste ano, o Governo do Estado fechou acordo com os poderes Judiciários e Legislativo para suspender as nomeações até o ano de 2020, fato esse que atingiu em cheio a esperança de quem estuda…

O "poder do agora" para concurseiros.

O livro "O poder do agora" de Eckhart Tolle, me fez lembrar de como eu sofri na época em que estudava para concursos, por me desvincular do tempo presente, do agora. Principalmente no início da minha…
Renan Antunes, Advogado
ano passado

3 livros gratuitos que todo concurseiro deveria ler

Concursos Públicos são extremamente concorridos e difíceis. Os melhores exigem anos de estudo e dedicação. Não basta estudar o edital, hoje em dia você deve preparar seu corpo e mente para vencer…
Daniel Ribeiro, Advogado
há 2 anos

Cadastro Reserva - 6 Dúvidas de Todo Aprovado

CADASTRO RESERVA – 6 DÚVIDAS DE TODO APROVADO DANIEL RIBEIRO Concursos com vagas para cadastro reserva são cada vez mais comuns no Brasil. Alguns concursos, inclusive, são abertos para preencher…
Daniel Ribeiro, Advogado
há 2 anos

Candidato ao Concurso Público pode ser Reclassificado?

CANDIDATO AO CONCURSO PÚBLICO PODE SER RECLASSIFICADO? É possível que um candidato seja reclassificado no concurso público? Antes de mais nada, a resposta é SIM! Devemos ter em mente que o concurso…
Daniel Ribeiro, Advogado
há 2 anos

Recusa da inscrição como deficiente em Concursos Públicos

Muitos são os casos em que o candidato ao concurso público possui algum tipo de deficiência física, ou seja, possui o direito a concorrer às vagas destinadas aos portadores de deficiência. Porém,…

Fiz Direito, "estou ADVOGADO", ou, sou Advogado, com muito orgulho?

Você é do tipo que passou os cinco anos da Faculdade sonhando em terminá-la, pois não via a hora de exercer o belíssimo ofício da Advocacia; ou, ao contrário disso, iniciar uma nova fase, desta…

Possibilidade de agravamento de doença não inviabiliza posse de candidato em concurso

Em decisão unânime, a 1ª Turma Cível do TJDFT negou provimento a recurso do Banco de Brasília e confirmou sentença da 5ª Vara da Fazenda Pública, que anulou ato que eliminou o autor de concurso…
Eduqc Concursos, Administrador
há 3 anos

3 dicas infalíveis para estudar sozinho: potencialize seus estudos

Estudar fora de um ambiente escolar e sem um grupo de apoio são duas das principais dificuldades dos alunos que vão prestar um concurso ou exame. A falta de preparação adequada e organização são os…
Eduqc Concursos, Administrador
há 3 anos

Concurso CLDF: Fundação Carlos Chagas é confirmada como banca organizadora

A notícia acabou de sair do forno: a Fundação Carlos Chagas é confirmada como banca organizadora da Câmara Legislativa do Distrito Federal. É a primeira vez que a FCC organiza e aplica um concurso…
Resultados da busca Jusbrasil para "Concurseiro Legal"
Empreendedores, concurseiros e oabeiros: não seja um canalha. Temos limites legais, morais e éticos
Artigos24/11/2011Luiz
A construção da sua marca de sucesso (nos seus empreendimentos, nos concursos ou no exame da OAB) só se torna uma realidade sustentável quando você conhece bem os seus limites legais (você não tem liberdade para fazer ou não fazer tudo que você imagina), morais (existem códigos comportamentais) e éticos (ética é a arte de viver bem humanamente, ou seja, respeitando todos os seres humanos). Nós não podemos subtrair (furtar ou roubar) o carro do nosso vizinho (as leis não permitem). Nós não podemo...
Concurso não é Mega-Sena, nem aprovação é sorteio
Artigos18/01/2016Concurseiro
Em 1992 estudar pra concurso era uma coisa. Em 1998 outra, um pouco diferente. Em 2002 alguma coisa começou a mudar (claro! A internet começava a dar passos de gigante no Brasil). Em 2007 você já podia sentir a revolução de toda a forma de aprendizado pra concurso. Mas estamos em 2016, olha quanto tempo passou desde a agora antiquíssima maneira de preparação. Como era essa forma de se preparar e como é agora? Antes o concursando via um edital para abrir ou já aberto, descia até a banca mais próx...
DJSE 15/10/2010 - Pág. 5 - Diário de Justiça do Estado de Sergipe
Diários Oficiais15/10/2010Diário de Justiça do Estado de Sergipe
IMPETRADO..........: PREFEITO MUNICIPAL DE SANTA ROSA DE LIMA ADVOGADO...........: JUHEINA VIRGÍNIA MAGALHÃES DE ALMEIDA LIMA - OAB: 385-B/SE EMENTA : MANDADO DE SEGURANÇA - ADMINISTRATIVO. PRELIMINAR DE FALTA DE INTERESSE PROCESSUAL. MATÉRIA ATINENTE AO MÉRITO. CONCURSO PÚBLICO. CANDIDATO CLASSIFICADO DE ACORDO COM O NÚMERO DE VAGAS. DIREITO A NOMEAÇÃO. VINCULAÇÃO DO ATO ADMINISTRATIVO SUBSTANCIADO NA OFERTA DE VAGAS, CONTIDAS NO EDITAL. SEGURANÇA DEFERIDA. - A QUESTÃO PRELIMINAR, DE FALTA DE I
AC APELAÇÃO CIVEL AC 200851020035612 (TRF-2)
Jurisprudência05/06/2012Tribunal Regional Federal da 2ª Região
Ementa: e do interesse público primário, materializando a justiça social e atuando como instrumento do próprio Estado Democrático de Direito. Aplicação dos art. 81, p.u., inciso I, do CDC c/c art. 127 e art. 129 , inciso III , da CF/88 c/c art. 5º , inciso I , da Lei n.º 7.347 /85 c/c art. 6º, inciso VII e art. 37 , inciso I , da LC n.º 75 /93. 3. A inexistência de norma editalícia com previsão de dispensa de pagamento aos candidatos hipossuficientes viola os princípios constitucionais do amplo acesso aos cargos públicos e da isonomia. Os candidatos, com condições econômicas mais escassas, não terão a possibilidade de participação do certame e, consequentemente, de acesso aos cargos públicos, o que gerará, por evidente, uma situação de benefício para aqueles candidatos mais afortunados, privilegiando-se uma categoria de administrados, com melhor capacidade sócio-econômica, em detrimento de outros hipossuficientes. Assim sendo, não se estará dando tratamento igualitário, mas, em realidade, aumentando ainda mais a situação de desigualdade já existente entre as classes sociais, o que afronta todos os objetivos fundamentais de nosso Estado Democrático de Direito: construção de uma sociedade livre, solidária e justa. Aplicação dos art. 37 , inciso II c/c art. 5º , caput c/c art. 3º da CF/88 . 4. O art. 11 da Lei n.º 8.112 /90 prevê a cobrança de taxa de inscrição, porém, por outro turno, ressalva, de forma expressa, a sua isenção. Não há, pois, qualquer óbice legal para que o administrador público preveja, nos editais de seus concursos públicos, a dispensa do pagamento da taxa de inscrição aos candidatos hipossuficientes. 5. A isenção da taxa de inscrição para os candidatos hipossuficientes não viola o princípio da impessoalidade com a possibilidade de tratamento privilegiado para alguns concurseiros. Primeiro, porque os critérios para a comprovação de hipossuficiência devem ser, objetivamente, traçados no edital regulador do certame. Segundo, porque, na verdade, tal tratamento desigual para aqueles que se encontrem em situações de desigualdade, no que toca à sua capacidade sócio-econômica, é, justamente, o que viabiliza o alcance da isonomia, sob o aspecto material. 6. Apelação e remessa necessária conhecidas e improvidas. Sentença mantida....
APELAÇÃO CIVEL AC 200851020035612 RJ 2008.51.02.003561-2 (TRF-2)
Jurisprudência05/06/2012Tribunal Regional Federal da 2ª Região
Ementa: e do interesse público primário, materializando a justiça social e atuando como instrumento do próprio Estado Democrático de Direito. Aplicação dos art. 81, p.u., inciso I, do CDC c/c art. 127 e art. 129 , inciso III , da CF/88 c/c art. 5º , inciso I , da Lei n.º 7.347 /85 c/c art. 6º, inciso VII e art. 37 , inciso I , da LC n.º 75 /93. 3. A inexistência de norma editalícia com previsão de dispensa de pagamento aos candidatos hipossuficientes viola os princípios constitucionais do amplo acesso aos cargos públicos e da isonomia. Os candidatos, com condições econômicas mais escassas, não terão a possibilidade de participação do certame e, consequentemente, de acesso aos cargos públicos, o que gerará, por evidente, uma situação de benefício para aqueles candidatos mais afortunados, privilegiando-se uma categoria de administrados, com melhor capacidade sócio-econômica, em detrimento de outros hipossuficientes. Assim sendo, não se estará dando tratamento igualitário, mas, em realidade, aumentando ainda mais a situação de desigualdade já existente entre as classes sociais, o que afronta todos os objetivos fundamentais de nosso Estado Democrático de Direito: construção de uma sociedade livre, solidária e justa. Aplicação dos art. 37 , inciso II c/c art. 5º , caput c/c art. 3º da CF/88 . 4. O art. 11 da Lei n.º 8.112 /90 prevê a cobrança de taxa de inscrição, porém, por outro turno, ressalva, de forma expressa, a sua isenção. Não há, pois, qualquer óbice legal para que o administrador público preveja, nos editais de seus concursos públicos, a dispensa do pagamento da taxa de inscrição aos candidatos hipossuficientes. 5. A isenção da taxa de inscrição para os candidatos hipossuficientes não viola o princípio da impessoalidade com a possibilidade de tratamento privilegiado para alguns concurseiros. Primeiro, porque os critérios para a comprovação de hipossuficiência devem ser, objetivamente, traçados no edital regulador do certame. Segundo, porque, na verdade, tal tratamento desigual para aqueles que se encontrem em situações de desigualdade, no que toca à sua capacidade sócio-econômica, é, justamente, o que viabiliza o alcance da isonomia, sob o aspecto material. 6. Apelação e remessa necessária conhecidas e improvidas. Sentença mantida....
6 direitos que muitos concurseiros nem sabem que têm
Artigos05/03/2015Eduqc
Vida de concurseiro não é fácil. Longas horas de estudo e de aulas tomam conta da rotina de quem está de olho na estabilidade e nos salários atrativos da carreira pública. É que, para conseguir uma oportunidade é preciso, invariavelmente, passar na frente de milhares de candidatos. Mas, tanto esforço para dominar as disciplinas previstas nos editais acaba levando muita gente a negligenciar um aspecto importante dos concursos públicos: seus direitos como concurseiros. “ A maioria esmagadora não t...
É concurseiro da área de Direito? Saiba por que a advocacia correspondente é uma excelente aposta para você
Artigos18/07/2015Tomaz
Nos dias de hoje, vivemos em um mundo onde todos os procedimentos ganham contornos mais complexos e, na área jurídica, tal fato se expõe de maneira mais evidente. No Brasil, a demanda judicial sofreu constantes mudanças com o passar dos anos, e o número de casos segue aumentando de forma assustadora. Em tempos mais antigos, com a limitação social, econômica e legal no acesso à justiça, era consideravelmente menor o número de indivíduos que recorriam à esfera judiciária na tentativa de solucionar...
Concurseiros: 5 erros comuns que podem comprometer sua aprovação
Artigos29/05/2015Taís
Sabemos que sua preparação para concursos públicos exige muito investimento. Você investe tempo, quando abre mão de estar com as pessoas que gosta ou quando deixa seus hobbies de lado, para passar horas e horas assistindo aulas, lendo ou resolvendo questões. Você também investe dinheiro, deixando de comprar algo legal, ou até mesmo de viajar, entre outras coisas, para poder comprar livros, apostilas, participar de cursos preparatórios, etc. Apesar de todo o esforço, é grande o número que concurs...
Quais são os sete pecados capitais que o concurseiro nao deve cometer?
Notícias02/10/2015Direito Legal
QUAIS SÃO OS SETE PECADOS CAPITAIS QUE O CONCURSEIRO NÃO DEVE COMETER? Os pecados capitais levam ao inferno, os do concurso à reprovação, desânimo e desistência. Os pecados capitais são os seguintes: gula, soberba, inveja, preguiça, ira, luxúria, avareza. Vamos vê-los agora em sua manifestação “concursândica”. A gula é a pressa de passar. Como sempre digo: concurso se faz não para passar, mas até passar. Assim, esqueça a pressa e comece a estudar com regularidade, planejamento e antecedência. Os...
Concurseiros e Empreendedores
Notícias23/11/2015Eduqc
Em uma era cercada de informações e oportunidades, talvez essa “contradição” não seja bem a questão principal a ser debatida, mas sim: “O que você – concurseiro, empreendedor, profissional liberal, servidor público – quer para si mesmo?” O concurso público tem uma série de vantagens e desvantagens – como tudo na vida. Do outro lado da balança temos o empreendedorismo, o que pressupõe iniciativa privada e que é igualmente conhecida por sua série de vantagens e desvantagens. Na iniciativa privada ...
Buscar mais 281 resultados sobre "Concurseiro Legal" na busca Jusbrasil