Carregando...
Jusbrasil - Tópicos
22 de julho de 2017
Artigo 12 da Lei nº 9.504 de 30 de Setembro de 1997

Art. 12 lei Eleitoral - Lei 9504/97

Lei nº 9.504 de 30 de Setembro de 1997

Estabelece normas para as eleições.

Art. 12. O candidato às eleições proporcionais indicará, no pedido de registro, além de seu nome completo, as variações nominais com que deseja ser registrado, até o máximo de três opções, que poderão ser o prenome, sobrenome, cognome, nome abreviado, apelido ou nome pelo qual é mais conhecido, desde que não se estabeleça dúvida quanto à sua identidade, não atente contra o pudor e não seja ridículo ou irreverente, mencionando em que ordem de preferência deseja registrar-se.

§ 1º Verificada a ocorrência de homonímia, a Justiça Eleitoral procederá atendendo ao seguinte:

I - havendo dúvida, poderá exigir do candidato prova de que é conhecido por dada opção de nome, indicada no pedido de registro;

II - ao candidato que, na data máxima prevista para o registro, esteja exercendo mandato eletivo ou o tenha exercido nos últimos quatro anos, ou que nesse mesmo prazo se tenha candidatado com um dos nomes que indicou, será deferido o seu uso no registro, ficando outros candidatos impedidos de fazer propaganda com esse mesmo nome;

III - ao candidato que, pela sua vida política, social ou profissional, seja identificado por um dado nome que tenha indicado, será deferido o registro com esse nome, observado o disposto na parte final do inciso anterior;

IV - tratando-se de candidatos cuja homonímia não se resolva pelas regras dos dois incisos anteriores, a Justiça Eleitoral deverá notificá-los para que, em dois dias, cheguem a acordo sobre os respectivos nomes a serem usados;

V - não havendo acordo no caso do inciso anterior, a Justiça Eleitoral registrará cada candidato com o nome e sobrenome constantes do pedido de registro, observada a ordem de preferência ali definida.

§ 2º A Justiça Eleitoral poderá exigir do candidato prova de que é conhecido por determinada opção de nome por ele indicado, quando seu uso puder confundir o eleitor.

§ 3º A Justiça Eleitoral indeferirá todo pedido de variação de nome coincidente com nome de candidato a eleição majoritária, salvo para candidato que esteja exercendo mandato eletivo ou o tenha exercido nos últimos quatro anos, ou que, nesse mesmo prazo, tenha concorrido em eleição com o nome coincidente.

§ 4º Ao decidir sobre os pedidos de registro, a Justiça Eleitoral publicará as variações de nome deferidas aos candidatos.

§ 5º A Justiça Eleitoral organizará e publicará, até trinta dias antes da eleição, as seguintes relações, para uso na votação e apuração:

I - a primeira, ordenada por partidos, com a lista dos respectivos candidatos em ordem numérica, com as três variações de nome correspondentes a cada um, na ordem escolhida pelo candidato;

II - a segunda, com o índice onomástico e organizada em ordem alfabética, nela constando o nome completo de cada candidato e cada variação de nome, também em ordem alfabética, seguidos da respectiva legenda e número.

Inteiro Teor. RECURSO ELEITORAL - CLASSE RE: RE 33819 GUAPIMIRIM - RJ

Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro ACORDAO RECURSO ELEITORAL Ng 338-19.2016.6.19.0149 PROCEDENCIA: GUAPIMIRIM-RJ (149@ ZONA ELEITORAL) RECORRENTE : MARINA PEREIRA DA ROCHA, candidata ao

Inteiro Teor. RECURSO ELEITORAL: RE 14570 TENENTE LAURENTINO CRUZ - RN

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO NORTE ACÓRDÃO N. 262/2017 RECURSO ELEITO RAL n° 145-70.2016.6.20,0 21 ■Clas e 30a Recorrente(s): PARTIDO DA SOCIAL DEM OCRACIA BRASILEIRA - PSDB, POR MEIO

Pg. 221. Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais TRE-MG de 20/06/2017

(...) a AIRC apresenta natureza contenciosa. Sua finalidade é impedir que determinado registro seja deferido quer em razão da ausência de condição de elegibilidade, quer em virtude da incidência de

Pg. 85. Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul TRE-MS de 01/06/2017

15 Fazenda Urtigão e Propriedades vizinhas01 ÔNIBUS: MB 1113 Placa BYD 9922Motorista: Rudinei Antônio Finger  Fazenda Urtigão, Fazenda Pindorama, Fazenda Ultramare Assentamento Conquista com destino

RECURSO ELEITORAL: RE 2634 GUARAQUEÇABA - PR

EMENTA - ELEIÇÕES 2016. ELEIÇÃO SUPLEMENTAR. REGISTRO DE CANDIDATURA. FILHO DO CANDIDATO A PREFEITO QUE TEVE O REGISTRO CASSADO. INELEGIBILIDADE REFLEXA. NÃO OCORRÊNCIA. INEXISTÊNCIA DE MANDATO ANTERIOR POR INTEGRANTE DO MESMO NÚCLEO FAMILIAR. CF, ART. 14, § 7º. HOMONÍMIA. NÃO VERIFICAÇÃO. INEXISTÊNCIA DE DOIS CANDIDAT...

Inteiro Teor. RECURSO ELEITORAL: RE 14892 TRIUNFO POTIGUAR - RN

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO NORTE ACÓRDÃO N. 92/2017 RECURSO ELEITORAL n° 148-9.201.6.2.0031 ■Clase 30a Recorrente(s): MANOEL ESTEVAM DA FONSECA Advogados: EDMAR

Inteiro Teor. RECURSO ELEITORAL: RE 15319 SALES OLIVEIRA - SP

TRIBUNAL REG ONAL ELEITORAL DE SAÕ PAULO ACÓRDÃO • RECURSO ELEITORAL Ws 153-19.2016.6.26.0235- C SSE N.(2 - SALES OLIVEIRA - SÃO PAULO RECORRENTE(S) : COLIdAÇÃO "PARA SALES OLIVEIRA CONTINUAR A

Inteiro Teor. RECURSO ELEITORAL - CLASSE RE: RE 25568 BOM JESUS DO ITABAPOANA - RJ

Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro ACORDAO RECURS() ELEITORAL Ng 255-68.2016.6.19.0095 PROCEDENCIA: BOM JESUS DO ITABAPOANA-RJ (95g ZONA ELEITORAL) RECORRENTE : COLIGACAO MAIS FORTES

Inteiro Teor. RECURSO ELEITORAL: RE 44211 PEDERNEIRAS - SP

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO ACÓRDÃO RECURSO ELEITORAL Ng 44241.2016.6.26.0086 - CLASSE Ng- 30 - PEDERNEIRAS SÃO PAULO RECORRENTE(S) JOSÉ ROGÉRIO DE CAMARGO RECORRIDO(S) : COLIGAÇÃO

Pg. 40. Normal. Diário Oficial do Município de São Paulo DOM-SP de 24/02/2017

6. Para fins de avaliação da Entrevista serão observados os seguintes aspectos: a) Analise do Currículo Vitae; b) Experiência e interesse compatível com o perfil da Unidade de Trabalho do HSPM; c)

×