Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
14 de Julho de 2024
    Adicione tópicos

    Macau é pioneira no NE com a instalação da 1ª APAC

    A Cidade de Macau se torna pioneira no Nordeste com a instalação da 1ª Associação de Proteção e Assistência aos Condenados-APAC da região. Para isso, a prefeitura já cedeu o prédio de um colégio desativado para o funcionamento da APAC de Macau. E para estruturar a associação, ocorreu na noite de sexta-feira, 19, no Auditório Porto de Ama, a cerimônia de posse dos membros.

    No evento, o presidente do Conselho Administrativo da APAC, pastor Francisco Joaquim Silva Filho, disse que aquele evento era ímpar na história de Macau. Segundo ele, todos em Macau acreditam na recuperação dos apenados e estão dispostas a dar oportunidades para eles trilharem novos caminhos. O Tribunal de Justiça está indo além da letra, indo além da pena. Está estendendo a mão aos que necessitam de ajuda. Está com uma nova roupagem, a da misericórdia de cristo e não está lavando as mãos, como fez Pilatos. O Tribunal de Justiça está tendo responsabilidade social, reconheceu o pastor.

    A promotora e presidente do Conselho Deliberativo da APAC, dra. Uliana Lemos de Paiva, disse que Macau estava recebendo um presente e que o projeto é um verdadeiro sonho e que os primeiros passos para a concretização estão sendo dados. O Tribunal de Justiça está de parabéns pelo projeto. Acreditamos no potencial participativo e acolhedor do povo de Macau. Aqui temos um olhar diferente para o apenado, que precisa de um apoio para mostrar que é capaz, elogiou.

    O juiz de direito e coordenador do programa Novos Rumos na Execução Penal, dr. Gustavo Marinho, disse que aquele era um momento histórico. Explicou que aquela é a 1ª fase de implantação de uma associação desse tipo e representa uma vitória. Este um momento histórico, pois a conclusão dessa etapa é uma vitória, mas ainda temos muito a fazer. A luta é grande e diária, mas tudo é feito com o apoio da sociedade, que se movimentou toda, mostrando que se importa e quer dar a mão aos seus irmãos condenados, explicou agradecendo a contribuição de todos.

    O prefeito Flávio Vieira Veras falou que Macau vivia uma alegria imensa e que o projeto representa uma nova esperança para os apenados. Ele disse que quando soube abraçou prontamente a intenção de formalizar a parceria com o TJ. Ele se colocou à disposição para que o projeto sirva de exemplo para todo o Nordeste, e seja incentivo com efeito multiplicador para toda a região. Conte com a prefeitura para ser um parceiro, inclusive com a disponibilização de toda a mão-de-obra necessária. Estamos fortes e de braços abertos para que o resultado surja não só para o apenado, mas também para sua família, disse o prefeito ao comentar que acredita no trabalho desenvolvido pelo TJ.

    A APAC é uma iniciativa do Tribunal de Justiça do RN através do programa Novos Rumos na execução Penal, instituído para coordenar e fomentar as boas práticas da execução penal. O programa Novos Rumos tem por objetivo criar organismos civis que visem a proteção e assistência aos apenados, promover a humanização das prisões sem perder de vista a finalidade punitiva da sanção penal, estabelecer disciplinas baseadas no respeito, ordem, trabalho e no desenvolvimento da família do sentenciado.

    • Publicações8049
    • Seguidores265
    Detalhes da publicação
    • Tipo do documentoNotícia
    • Visualizações411
    De onde vêm as informações do Jusbrasil?
    Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
    Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/noticias/macau-e-pioneira-no-ne-com-a-instalacao-da-1-apac/2125184

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)