Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
28 de Maio de 2024
    Adicione tópicos

    Vozes sem precedentes

    Os manifestantes, que reuniram milhares de vozes de brasileiras e brasileiros pelo Brasil a fora, não têm precedentes. Em 1984, na campanha das Diretas Já, foi uma luta de todos pelas eleições para prefeito, governador e presidente da República. Os partidos e as lideranças políticas estavam todos no mesmo palanque, inclusive eu estava lá, como presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul. A sociedade estava convicta de que se encerrava um ciclo e que o regime de exceção teria de dar lugar à participação popular.

    Desta vez é diferente. As redes sociais fizeram o grande chamamento, houve um sentimento de que a mudança teria que acontecer diferente, sem precedentes. As lideranças políticas não estão presentes, até porque, no momento, não existem líderes. O que existe são políticos viciados no conchavo, no “toma lá, dá cá”. O país carece de liderança. No Senado, Renan Calheiros. Na Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves. Eles não têm o respeito da nação. E a presidente Dilma está perdendo a oportunidade de fazer transformações, terminando com a corrupção e a impunidade.

    Não tem precedentes a iniciativa da juventude pelas redes sociais, sem a presença da UNE, que nos últimos governos tem recebido milhões do governo federal, se transformando em verdadeira “peleguinha” e massa de manobra do Executivo. Nem os líderes religiosos, carregando seus fiéis com lavagem cerebral, usando o nome de Deus, tiveram vez. Os líderes sindicais, que faturam milhões dos cofres públicos, não foram convidados, mas, na primeira oportunidade, pedirão dinheiro para o governo. E sempre dizem que falta tudo, principalmente mais recursos que, sabemos, DEVEM ser para educação, saúde, segurança. Até o MST ficou de fora desta festa da democracia, festa sem precedentes, que alguns políticos, que não querem enxergar, ficam procurando pretexto, motivo, taxando de direita ou de esquerda ou até mesmo de anarquistas estes movimentos que, hoje, sacodem o país em busca de ações, de soluções, principalmente para a impunidade e a corrupção que campeiam nosso país.

    As vozes foram tão sem precedentes, que a presidente Dilma até lançou cinco pactos. E vejam, de imediato ainda, o Congresso Nacional aprovou a aplicação dos royalties do petróleo em 75% para a educação e 25% para a saúde; rejeitou a PEC 37 que tirava as prerrogativas do Ministério Público, o que seria uma grande afronta à sociedade; corrupção, finalmente, é crime hediondo; terminou o voto secreto para a cassação de parlamentar, isso tudo, graças às vozes das ruas, a verdadeira opinião pública. Há ainda a possibilidade de um plebiscito com foco na reforma política; retirada de verba da Copa do Mundo (R$ 43 milhões), que seria destinada às despesas de telecomunicações; a redução de tributos para beneficiar o transporte público; punição severa aos corruptos que sangram o erário.

    As vozes, já em pouco tempo, fizeram modificações, quebraram práticas inaceitáveis de alguns que se locupletam com o dinheiro público, dinheiro que tanta falta faz para termos serviços públicos de qualidade. O cidadão, a cidadão brasileira, esperam decisão, ação dos governantes. A única questão que lamentamos são os vândalos que trazem prejuízos incalculáveis, principalmente, a pequenos empresários, comerciantes, que têm seu patrimônio dilapidado, além, é claro, de trazerem a desordem pública.

    As vozes sem precedentes trarão ainda mais transformações e mudanças. E esperamos uma mudança de cultura, pois precisamos de um Brasil para todos os brasileiros, sem impunidade e sem corrupção.

    * Deputado estadual e corregedor da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul.

    • Publicações65591
    • Seguidores32
    Detalhes da publicação
    • Tipo do documentoNotícia
    • Visualizações23
    De onde vêm as informações do Jusbrasil?
    Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
    Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/noticias/vozes-sem-precedentes/100583680

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)