Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
29 de Fevereiro de 2024
    Adicione tópicos

    Câmara aprova projeto que exige desfibrilador em locais movimentados

    Publicado por Câmara dos Deputados
    há 8 anos

    A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 4050/04, que exige desfibriladores cardíacos em estabelecimentos e locais com circulação igual ou superior a 4 mil pessoas por dia. O desfibrilador elétrico automático (DEA) é utilizado em casos de parada cardiorrespiratória, com o objetivo de restabelecer o ritmo cardíaco da vítima.

    Segundo a proposta, de autoria do Senado, locais como estações rodoviárias e ferroviárias, portos, aeroportos, centros comerciais, estádios e ginásios esportivos, hotéis, academias de ginástica e templos devem estar munidos do equipamento, assim como sedes de eventos que concentrem 4 mil pessoas ou mais.

    Meios de transporte como metrôs, aeronaves e embarcações com capacidade igual ou superior a 100 passageiros e ambulâncias e viaturas de resgate também ficarão submetidos à exigência. Também será obrigatória, em todos os casos, a presença de uma pessoa treinada para o uso do desfibrilador.

    Custos com o aparelho
    O relator na comissão, deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF), explicou que o custo com o aparelho e os funcionários será de responsabilidade da empresa, caso se trate de um estabelecimento privado. No caso de aeroportos, rodoviárias e outras instituições públicas, o gasto será arcado pelos governos.

    Ronaldo Fonseca fez alterações na proposta original. "A proposta veio para 2 mil pessoas e, na verdade, não era circulação de 2 mil, era para ambiente de 2 mil pessoas. Eu modifiquei e coloquei para circulação – ao invés de ser o ambiente, para quantidade de pessoas – e aumentei também o número: de 4 mil para cima."

    O deputado Marcos Rogério (PDT-RO), no entanto, disse que o texto está aberto a interpretações diversas. Segundo ele, não está claro no projeto os estabelecimentos que devem cumprir a exigência do mínimo de 4 mil pessoas.

    Caso haja descumprimento da norma, o estabelecimento fica sujeito à interdição. Já o transporte ou evento podem ser suspensos de operar até que a situação esteja regularizada.

    Tramitação
    O projeto foi aprovado em caráter conclusivo e, como foi alterado na Câmara, retornará para análise no Senado.

    Íntegra da proposta:

    Reportagem – Ana Gabriela Braz
    Edição – Pierre Triboli

    A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'

    • Publicações97724
    • Seguidores268453
    Detalhes da publicação
    • Tipo do documentoNotícia
    • Visualizações1462
    De onde vêm as informações do Jusbrasil?
    Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
    Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/noticias/camara-aprova-projeto-que-exige-desfibrilador-em-locais-movimentados/256642302

    Informações relacionadas

    Câmara dos Deputados
    Notíciashá 8 anos

    Projeto que obriga estabelecimentos a terem desfibrilador cardíaco é aprovado na CCJ

    Obrigatoriedade de desfribrilador é lei no RS

    Projeto exige presença de bombeiros civis em locais com mais de 500 pessoas

    Tribunal de Justiça de São Paulo
    Notíciashá 11 anos

    Lei que obriga instalação de desfibrilador em UBS de Ribeirão Preto é inconstitucional

    João Gaspar Rodrigues, Promotor de Justiça
    Artigoshá 8 anos

    A inutilidade das leis (em demasia)

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)