Artigo 5 da Lei nº 13.709 de 14 de Agosto de 2018

Lei nº 13.709 de 14 de Agosto de 2018

Dispõe sobre a proteção de dados pessoais e altera a Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014 (Marco Civil da Internet).
Art. 5º Para os fins desta Lei, considera-se:
I - dado pessoal: informação relacionada a pessoa natural identificada ou identificável;
II - dado pessoal sensível: dado pessoal sobre origem racial ou étnica, convicção religiosa, opinião política, filiação a sindicato ou a organização de caráter religioso, filosófico ou político, dado referente à saúde ou à vida sexual, dado genético ou biométrico, quando vinculado a uma pessoa natural;
III - dado anonimizado: dado relativo a titular que não possa ser identificado, considerando a utilização de meios técnicos razoáveis e disponíveis na ocasião de seu tratamento;
IV - banco de dados: conjunto estruturado de dados pessoais, estabelecido em um ou em vários locais, em suporte eletrônico ou físico;
V - titular: pessoa natural a quem se referem os dados pessoais que são objeto de tratamento;
VI - controlador: pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, a quem competem as decisões referentes ao tratamento de dados pessoais;
VII - operador: pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, que realiza o tratamento de dados pessoais em nome do controlador;
VIII - encarregado: pessoa natural, indicada pelo controlador, que atua como canal de comunicação entre o controlador e os titulares e a autoridade nacional;
VIII - encarregado: pessoa indicada pelo controlador para atuar como canal de comunicação entre o controlador, os titulares dos dados e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados; (Redação dada pela Medida Provisória nº 869, de 2018)
VIII - encarregado: pessoa indicada pelo controlador e operador para atuar como canal de comunicação entre o controlador, os titulares dos dados e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD); (Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019) Vigência
IX - agentes de tratamento: o controlador e o operador;
X - tratamento: toda operação realizada com dados pessoais, como as que se referem a coleta, produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão, distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração;
XI - anonimização: utilização de meios técnicos razoáveis e disponíveis no momento do tratamento, por meio dos quais um dado perde a possibilidade de associação, direta ou indireta, a um indivíduo;
XII - consentimento: manifestação livre, informada e inequívoca pela qual o titular concorda com o tratamento de seus dados pessoais para uma finalidade determinada;
XIII - bloqueio: suspensão temporária de qualquer operação de tratamento, mediante guarda do dado pessoal ou do banco de dados;
XIV - eliminação: exclusão de dado ou de conjunto de dados armazenados em banco de dados, independentemente do procedimento empregado;
XV - transferência internacional de dados: transferência de dados pessoais para país estrangeiro ou organismo internacional do qual o país seja membro;
XVI - uso compartilhado de dados: comunicação, difusão, transferência internacional, interconexão de dados pessoais ou tratamento compartilhado de bancos de dados pessoais por órgãos e entidades públicos no cumprimento de suas competências legais, ou entre esses e entes privados, reciprocamente, com autorização específica, para uma ou mais modalidades de tratamento permitidas por esses entes públicos, ou entre entes privados;
XVII - relatório de impacto à proteção de dados pessoais: documentação do controlador que contém a descrição dos processos de tratamento de dados pessoais que podem gerar riscos às liberdades civis e aos direitos fundamentais, bem como medidas, salvaguardas e mecanismos de mitigação de risco;
XVIII - órgão de pesquisa: órgão ou entidade da administração pública direta ou indireta ou pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos legalmente constituída sob as leis brasileiras, com sede e foro no País, que inclua em sua missão institucional ou em seu objetivo social ou estatutário a pesquisa básica ou aplicada de caráter histórico, científico, tecnológico ou estatístico;
(Revogado)
XVIII - órgão de pesquisa: órgão ou entidade da administração pública direta ou indireta ou pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos legalmente constituída sob as leis brasileiras, com sede e foro no País, que inclua em sua missão institucional ou em seu objetivo social ou estatutário a pesquisa básica ou aplicada de caráter histórico, científico, tecnológico ou estatístico; e (Redação dada pela Medida Provisória nº 869, de 2018)
XVIII - órgão de pesquisa: órgão ou entidade da administração pública direta ou indireta ou pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos legalmente constituída sob as leis brasileiras, com sede e foro no País, que inclua em sua missão institucional ou em seu objetivo social ou estatutário a pesquisa básica ou aplicada de caráter histórico, científico, tecnológico ou estatístico; e (Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019) Vigência
XIX - autoridade nacional: órgão da administração pública indireta responsável por zelar, implementar e fiscalizar o cumprimento desta Lei.
XIX - autoridade nacional: órgão da administração pública responsável por zelar, implementar e fiscalizar o cumprimento desta Lei. (Redação dada pela Medida Provisória nº 869, de 2018)
XIX - autoridade nacional: órgão da administração pública responsável por zelar, implementar e fiscalizar o cumprimento desta Lei em todo o território nacional. (Redação dada pela Lei nº 13.853, de 2019) Vigência

Petição Inicial - TJSP - Ação de Obrigação de Fazer C.C. Pedido de Danos Morais e Tutela de Urgência - Procedimento Comum Cível - contra Raia Drogasil

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ____ VARA CÍVEL DO FORO REGIONAL DE SANTANA - SP. , brasileiro, casado, advogado, portador do RG n° , inscrito no CPF/MF n° , domiciliado na CEP , em…

Petição Inicial - TJSP - Ação Declaratória de Inexistência de Relação Contratual c/c Indenização por Danos Morais e Materiais c/c Pedido Liminar - Procedimento Comum Cível - contra Banco BMG

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ___ VARA CÍVEL DO FORO REGIONAL II DE SANTO AMARO DA COMARCA DE SÃO PAULO A NDREA B RANDÃO Z ANELLATO , brasileira, pensionista, devidamente inscrito…

Andamento do Processo n. 0801647-46.2021.8.19.0037 - Recurso Inominado - 27/05/2022 do TJRJ

051. RECURSO INOMINADO 0801647-46.2021.8.19.0037 Assunto: Transporte de Pessoas / Espécies de Contratos / Obrigações / DIREITO CIVIL Origem: NOVA FRIBURGO I JUI ESP CIV Ação:…

Andamento do Processo n. 7036106-78.2022.8.22.0001 - Procedimento Comum Cível - 27/05/2022 do TJRO

Processo n. 7036106-78.2022.8.22.0001 Procedimento Comum Cível AUTOR: DAVI MOURA JUSTIANO ADVOGADO DO AUTOR: IGOR JUSTINIANO SARCO, OAB nº RO7957 REQUERIDO: BRADESCO SAÚDE S/A REU SEM ADVOGADO(S)…

Andamento do Processo n. 0000405-23.2022.5.08.0000 - MSCiv - 27/05/2022 do TRT-8

Processo Nº MSCiv-0000405-23.2022.5.08.0000 Relator RAIMUNDO ITAMAR LEMOS FERNANDES JUNIOR IMPETRANTE LAURA SALES CHAVES ALVES ADVOGADO ANTONIO MILLER MADEIRA(OAB: 90923/RS) ADVOGADO ISAAC BERTOLINI…

Andamento do Processo n. 0020398-26.2020.5.04.0811 - ATOrd - 27/05/2022 do TRT-4

Processo Nº ATOrd-0020398-26.2020.5.04.0811 RECLAMANTE IZIDORO PARODES PEREIRA ADVOGADO HUGO BRENER MUNHOZ DE MACEDO(OAB: 13594/RS) RECLAMADO PAULO HENRIQUE PETERLE ADVOGADO CAROLINA NUNES…

Andamento do Processo n. 0020398-26.2020.5.04.0811 - ATOrd - 27/05/2022 do TRT-4

Processo Nº ATOrd-0020398-26.2020.5.04.0811 RECLAMANTE IZIDORO PARODES PEREIRA ADVOGADO HUGO BRENER MUNHOZ DE MACEDO(OAB: 13594/RS) RECLAMADO PAULO HENRIQUE PETERLE ADVOGADO CAROLINA NUNES…

Página 188 da III - Judicial - 1ª Instância (Capital) do Diário de Justiça do Rio de Janeiro (DJRJ) de 27 de Maio de 2022

048. RECURSO INOMINADO 0803817-39.2021.8.19.0021 Assunto: Indenização Por Dano Moral - Outros / Indenização por Dano Moral / Responsabilidade Civil / DIREITO CIVIL Origem: DUQUE DE CAXIAS II JUI ESP…

Página 1031 do Diário de Justiça do Estado de Rondônia (DJRO) de 27 de Maio de 2022

CODIGO 1008.5: Diligência Rural Composta CODIGO 1008.6: Diligência Liminar Comum/Simples CODIGO 1008.7: Diligência Liminar Composta Processo n. 7036106-78.2022.8.22.0001 Procedimento Comum Cível…

Página 1704 da Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT-8) de 27 de Maio de 2022

II - DA TUTELA DE URGÊNCIA As disposições contidas no art. 300 do CPC permitem a concessão liminar da tutela de urgência quando existentes elementos que evidenciem a probabilidade do direito e o…

Termo ou Assunto relacionado