Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
15 de Junho de 2024

Confira 10 termos de uso assustadores do Facebook Messenger

Publicado por Fernanda Favorito
há 10 anos

Os usuários do Facebook no celular já podem se preparar para instalar o Facebook Messenger se quiserem continuar usando o serviço de mensagens da rede social. O que poucos sabem, no entanto, é o quão profundas são as permissões dadas pelo usuário ao aplicativo pelo direito de utilizá-lo de forma “gratuita”.

A lista abaixo foi publicada no ano passado pelo Huffington Post e mostra até onde vão as possibilidades do app. Vale observar que nem tudo é usado sempre, e que o Messenger não é o único: inúmeros aplicativos solicitam muito mais informações e permissões do que o necessário para funcionar em nome da gratuidade.

Confira algumas solicitações invasivas do Facebook Messenger:

Permissão para alterar o estado de conectividade de rede;

Permissão para fazer ligações sem intervenção do usuário, possivelmente causando cobranças adicionais sem necessidade de confirmação;

Permissão para envio de mensagens SMS sem necessidade de intervenção ou confirmação;

Permissão para gravação de áudio com o microfone do celular sem confirmação do usuário;

Permissão de uso da câmera para fazer fotos e vídeos sem a confirmação do usuário;

Permissão para leitura do histórico de chamadas. Estes dados são apenas salvos, mas outros apps maliciosos podem compartilhar estas informações sem conhecimento do usuário;

Permissão para ler dados sobre contatos do usuário armazenados no telefone, para ver com que frequência você se comunica com um indivíduo em específico por telefone, e-mail ou outras formas de contato;

Permissão para identificar o usuário pelas informações guardadas no celular, com nome e informações de contato. Estes dados podem ser enviados para terceiros;

Permissão para acessar recursos de identificação do celular, possibilitando o reconhecimento até mesmo o número telefônico do usuário;

Permissão para receber uma lista de contas conhecidas no telefone, incluindo quaisquer apps instalados no aparelho.

Ou seja: a julgar pelos termos, o Facebook Messenger pode saber exatamente quem você é, conhecer todos os seus contatos do aparelho e seu grau de intimidade com eles, criar um perfil sobre você, saber que outros serviços você utiliza com frequência, gravar áudio e fazer vídeo e fotos do que acontece em volta de você sem permissão, conectar-se à internet sem seu conhecimento e enviar estas informações de volta para o banco de dados.

Novamente, isso não significa que o Messenger faça de fato tudo isso, mas que ele pode fazer. Isto também é um retrato do que os usuários estão abrindo mão quando aceitam os termos de uso de muitos aplicativos gratuitos disponíveis principalmente no Google Play.

O Facebook se defende dizendo que as permissões são padrão para qualquer aplicativo de mensagens, como Snapchat, Line e Skype. A "culpa" pelo susto recai sobre a linguagem utilizada pelo Android para descrever estas permissões, já que os desenvolvedores não têm como modificá-las. Assim, a "permissão para gravação de áudio com o microfone do celular sem confirmação do usuário", na verdade, seria apenas uma forma de possibilitar o envio de mensagens de voz ou ligação pela internet para algum contato, por exemplo.

Via Huffington Post e Kvia

FONTE

  • Sobre o autorProfissional de Aviação Civil
  • Publicações537
  • Seguidores1256
Detalhes da publicação
  • Tipo do documentoNotícia
  • Visualizações448
De onde vêm as informações do Jusbrasil?
Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/noticias/confira-10-termos-de-uso-assustadores-do-facebook-messenger/131583719

Informações relacionadas

Fernanda Favorito, Estudante de Direito
Notíciashá 10 anos

Termos de uso do Facebook: saiba por que você deve ler

Rodrigo Fustinoni Campos, Advogado
Artigoshá 3 anos

“Eu li e concordo com os termos de uso” - Qual a importância desses contratos para seu negócio?

Talita Vanso
Artigoshá 2 anos

Termos de uso e derrubada de publicações: é viável as empresas derrubarem postagens de acordo com seus próprios quesitos?

Thais Monteiro, Advogado
Artigoshá 11 meses

Indenização por crimes cibernéticos

Renato Almeida, Bacharel em Direito
Artigoshá 6 anos

Regras de Proteção ao Nome Empresarial Aplicadas ao Endereço Virtual.

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)
Regina Santos
9 anos atrás

O interessante é que quando surge uma rede social muito boa em relação aos diversos aplicativos que nos oferecem, o que o indivíduo se preocupa é logo em baixar para o seu celular, e jamais pensa nas possíveis consequências. continuar lendo