Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
20 de Junho de 2024

Justiça Federal autoriza transfusão de sangue em testemunha de Jeová

Publicado por Consultor Jurídico
há 10 anos

O Direito à vida se sobrepõe à garantia dada pela Constituição Federal à liberdade de credo religioso. Sendo assim, o hospital que fizer transfusão de sangue em paciente testemunha de Jeová não pode ser responsabilizado e a conduta da equipe médica não poderia ser configurada como crime de constrangimento ilegal.

A decisão é da 26ª Vara Federal fluminense que permitiu o Hospital Federal do Andaraí, no Rio de Janeiro, fazer transfusão de sangue em paciente testemunha de Jeová, que recusou o recurso por motivos religiosos. A decisão excluiu a possibilidade de responsabilização dos médicos por procederem o tratamento.

O pedido para autorizar a transfusão foi feito pela Advocacia-Geral da União, em nome do hospital, para assegurar o tratamento a uma paciente que corria de risco de morte. Os advogados da União alegaram que o procedimento era imprescindível, pois não havia outra alternativa terapêutica possível para o caso.

Segundo a defesa, o objetivo do pedido é assegurar ao hospital o cumprimento de seu papel de salvar vidas, mesmo nos casos que existem impedimentos de natureza religiosa. Nesse sentido, argumentou que o hospital tinha o direito de proceder com o tratamento, uma vez que o direito à vida se sobrepõe à garantia dada pela Constituição à liberdade de credo religioso.

A 26ª Vara Federal do Rio acolheu o pedido. Segundo a decisão, o hospital poderia ser responsabilizado se a paciente viesse a morrer em razão da ausência da transfusão sanguínea. A determinação também afirmou que a conduta da equipe médica não poderia ser configurada como crime de constrangimento ilegal e negou a possibilidade de responsabilização cível dos profissionais.

Segundo a Procuradoria, a decisão dá respaldo jurídico à conduta da União e de seus médicos, de modo a excluir eventual responsabilização civil e penal pelo ato, caso, no futuro, a testemunha de Jeová venha a querer algum tipo de indenização por não ter sido seguida sua opção para não se submeter espontaneamente ao tratamento médico, devido a motivação religiosa. Com informações da assessoria de imprensa da AGU.

Processo 0014859-61.2014.402.5101

  • Sobre o autorPublicação independente sobre direito e justiça
  • Publicações119348
  • Seguidores11020
Detalhes da publicação
  • Tipo do documentoNotícia
  • Visualizações1225
De onde vêm as informações do Jusbrasil?
Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/noticias/justica-federal-autoriza-transfusao-de-sangue-em-testemunha-de-jeova/154345061

Informações relacionadas

Advogado Atualizado
Modeloshá 3 anos

[MODELO] Agravo de Instrumento com Pedido de Tutela Antecipada Recursal

Tais Sousa, Advogado
Artigoshá 4 anos

Aspectos fundamentais sobre o sigilo bancário

Petição - TJSP - Ação Suspensão da Exigibilidade - de Associação Torre de Vigia de Bíblias e Tratados contra Fazenda Pública do Estado de São Paulo

Petição Inicial - TJSP - Ação Pertence aos Quadros das Testemunhas de Jeová na Congregação Jardim Constância/Sp. as Testemunhas de Jeová são uma Organização que Afirmam - Procedimento do Juizado Especial Cível

Contestação - TJSP - Ação Direito Civil - Procedimento do Juizado Especial Cível - contra Sociedade Torre de Vigia de Biblias e Tratados e Associação das Testemunhas Cristãs de Jeová

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)