Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
22 de Julho de 2024

Advogado diz que mulher que geme alto durante o sexo é crime e tem que ser presa

Publicado por DR. ADEvogado
há 6 anos


Conforme uma reportagem publicada pelo site My Joy Online, um advogado está causando uma grande controvérsia em Gana, após afirma que uma mulher que geme muito alto durante as relações sexuais está cometendo um crime e tem que ser presa. O homem foi identificado como Maurice Ampaw, morador da cidade de Acra. Ele é um advogado e político famoso e tem planos de ser o presidente do país em 2024. De acordo com o site, o advogado diz que gemer durante o sexo viola os direitos dos outros e deve ser interrompido.

"Se você está fazendo sexo alto, eu não consigo dormir. Em uma casa composta, eles estão tendo relações sexuais com você e todos não podem dormir.

Então, você está infringindo meus direito à privacidade e está cometendo um crime, porque está cometendo o que chamamos de incômodo sexual. Tudo o que faz barulho, tudo o que o deixa desconfortável é um incômodo”, disse Ampaw.

Segundo o advogado, algumas jovens quando estão em momentos íntimos com seus parceiros quando você passa pela rua você vai ouvi-las gemendo e gritando. Maurice Ampaw relatou que os piores de tudo são os homens, pois, quando estão tendo relações sexuais, gritam bem alto e não conseguem se controlar.

“Você deve ter autocontrole. Quando os animais estão fazendo sexo, você os ouve gemendo assim", disse Maurice. O advogado relatou que, em certa ocasião, ele tinha alugado um quarto de hotel e não conseguiu dormir por causa do barulho proveniente de um casal que também hospedou-se no local.

"Depois que eu terminei com um árduo dia de trabalho às 7 horas, cheguei ao meu quarto e esse cara e essa garota vieram para a cidade para descansar. Eu estava deitado, antes de eu perceber, a cama [deles] estava fazendo barulho. Depois que acordei, não consegui dormir e a garota estava gemendo alto", disse o advogado.

"Se você está gostando, aproveite, mas não venha e infrinja [meus direitos]. Precisamos parar isso", concluiu. Os comentários feitos por Ampaw logo se tornaram virais nas redes sociais em Gana, e está dividido opiniões entre internautas. Ele é um polêmico advogado na localidade e no começo deste mês, em outra entrevista para ao Joy Online, afirmou que ele está se preparando para sair como candidato independente a presidente de Gana em 2024.

De acordo com Maurice, sua campanha se concentrará em ajudar os pobres nas áreas rurais e resolver o problema das pessoas em todo o país. Segundo ele, será o primeiro candidato independente a ganhar uma eleição no Gana, acrescentando que sua administração será verdadeira, que cumprirá com suas promessas. Qual a sua opinião sobre isso? Você acha que o advogado está errado em sua tese? Conte nos comentários abaixo.

(Fonte: br.blastingnews.com)

_________________________________________________

-> Áudio Jus - Estude a hora que quiser onde quiser - Dobre suas chances de APROVAÇÃO + de 120 Áudios CURSOS em MP3 + 120 Ebooks + 10 Bônus!!Confira!!

-> KIT JURÍDICO 7 EM 1 - Modelos de Petições e Teses Jurídicas - Restituição do ICMS sobre as Contas de Luz, Exclusão do ICMS da Base de Cálculo do PIS e da COFINS, Revisão da Vida Toda, etc!

-> KIT Essencial Direito do Trabalho - 237 Modelos de Petições - 100% Atualizadas de Acordo com a Reforma Trabalhista + 3 Bônus!!

  • Sobre o autor🔥 Uma pitada ácida de informações jurídicas para o seu dia!
  • Publicações1705
  • Seguidores908
Detalhes da publicação
  • Tipo do documentoNotícia
  • Visualizações9311
De onde vêm as informações do Jusbrasil?
Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/noticias/advogado-diz-que-mulher-que-geme-alto-durante-o-sexo-e-crime-e-tem-que-ser-presa/601822573

Informações relacionadas

Richard Franklin Mello Davila, Advogado
Artigoshá 2 anos

O problema dos gemidos sexuais no condomínio

Laís Gonçalves , Advogado
Artigoshá 5 anos

O que fazer quando o barulho do vizinho incomoda?

Espaço Vital
Notíciashá 13 anos

Ruídos indiscretos e gemidos escandalosos em relações sexuaisIndenização para casal cujo vizinho registrou, no livro de ocorrências do condomínio, sua inconformidade com os ruídos que vinham

Editora Revista dos Tribunais
Doutrinahá 4 anos

Código Civil Comentado

Cintia Cintia
Notíciashá 8 anos

Perturbação do sossego. Entenda a Lei de Contravenções Penais

5 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)
G u S Bs
2 anos atrás

Concordo, pois só quem passa por estas situações descritas entenderão o quanto isto é prejudicial e incômodo a nossa vida, ficamos sem saber o que fazer nestas circunstâncias e acabamos nos tornando refém destes atos. Entendo que cada um possui seus direitos frente a sociedade, contudo, se teu momento de êxtase prejudica a noite de sono dos seus vizinhos, é de se esperar que o senso aja para entender o quanto isso pode ser prejudicial para a vida da pessoa que vive adjacente a tua casa, afinal, vivemos em uma sociedade... E eu tenho esperado isso a meses e não tenho recurso algum que me ajude nisto. (Perdão, apenas um breve desabafo de um jovem) continuar lendo

Art. 42. Perturbar alguem o trabalho ou o sossego alheios:

I – com gritaria ou algazarra;

II – exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais;

III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;

IV – provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem a guarda:

Pena – prisão simples, de quinze dias a três meses, ou multa, de duzentos mil réis a dois contos de réis.

Legalmente falando, portanto, o ato constitui, de fato, Contravenção Penal... Todos os elementos fáticos se amoldam ao tipo penal...

Naturalmente que as circunstâncias terão de ser auferidas. Como não existe crime culposo, seria necessário demonstrar que um dos parceiros geme INTENCIONALMENTE de maneira alta, seja para estimular o parceiro, seja por qualquer outra razão... Tal prova poderia ser obtida através do depoimento pessoal da parte (em uma audiência que tem tudo pra ser assaz constrangedora, diga-se de passagem). Outros meios de prova seria aferição de decibéis na localidade, no momento dos atos. Ainda, circunstâncias como o "local do crime" ser um condomínio ou uma fazenda isolada de propriedade do casal serviriam ao quadro processual, para as devidas implicações legais.

Na minha opinião, não é nada que um pouco de bom senso dos consortes sexuais não possa resolver... Ninguém geme de maneira exorbitante sem que haja ao menos um pouco de intenção. É perfeitamente possível se controlar para que os barulhos emitidos não acabem soando estratosféricos, e ainda assim desfrutar dos prazeres do ato. continuar lendo

William Haddad
6 anos atrás

"seria necessário demonstrar que um dos parceiros geme INTENCIONALMENTE de maneira alta, seja para estimular o parceiro, seja por qualquer outra razão..."

Não, senhor. O dolo tem que ser aquele de "pertubar o trabalho ou o sossego alheios". Se a intenção é meramente estimular o parceiro, então não está caracterizada a tipicidade. continuar lendo

Na verdade tenho minhas dúvidas, acho que mesmo que a intenção fosse outra, se incorreria em outras modalidades de dolo, como dolo eventual ou praeter dolo...

Os elementos do dolo são dois: cognitivo e volitivo. No elemento cognitivo, você sabe que a sua conduta vai causar ou pode causar tal efeito. No volitivo, você, de maneira intencional, procede àquela conduta, objetivando aquele resultado.

Se falta algum dos elementos, existe outra modalidade de dolo. O elemento cognitivo (saber que o gemido incomoda) é comum a todas as pessoas. Ninguém coloca música pra disfarçar, abafa os sons com almofadas ou travesseiros ou procura se conter se não compreendesse o incômodo que se gera.

A questão fica afeita, então, à efetiva intenção ou não de causar a perturbação. Se há conhecimento, mas não há intensão, há outra modalidade de dolo

Pelo menos eu acho que é isso... continuar lendo

Perfil Removido
6 anos atrás

"Gana" continuar lendo