Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
22 de Fevereiro de 2024

Brasil tem 5,5 milhões de crianças sem pai no registro

Publicado por Camila Vaz
há 9 anos

Brasil tem 55 milhes de crianas sem pai no registro

Criança na reserva Raposa Serra do Sol, em Roraima: estado tem o menor número de crianças só registradas no nome da mãe. Lá, elas são cerca de 20 mil.


São Paulo - Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com base no Censo Escolar de 2011, apontam que há 5,5 milhões de crianças brasileiras sem o nome do pai na certidão de nascimento.

O Estado do Rio lidera o ranking, com 677.676 crianças sem filiação completa, seguido por São Paulo, com 663.375 crianças com pai desconhecido. O Estado com menos problemas é Roraima, com 19.203 crianças que só têm o nome da mãe no registro de nascimento.

"É um número assustador, um indício de irresponsabilidade social. Em São Paulo, quase 700 mil crianças não terem o nome do pai na certidão é um absurdo", diz Álvaro Villaça Azevedo, professor de Direito Civil da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e diretor da Faculdade de Direito da Fundação Armando Alvares Penteado (Faap).

Segundo o professor, ter o nome do pai na certidão de nascimento é um direito à personalidade e à identidade de toda criança. "Além disso, é uma questão legal para que essa pessoa possa ter direito a receber herança, por exemplo", afirma.

Para o juiz Ricardo Pereira Júnior, titular da 12.ª Vara de Família de São Paulo, ter tanta criança sem registro paterno é preocupante. "Isso significa que haverá a necessidade de regularizar essa situação mais para a frente. Uma criança sem pai pode sofrer constrangimentos, além de estar em uma situação de maior vulnerabilidade, pois não tem a figura paterna."

Nelson Susumu, presidente da Comissão de Direito de Família da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP), também considera o número preocupante, e ressalta que há ações para diminui-lo. "O programa Pai Presente do CNJ foi criado para tentar reduzir esse número."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo


Fonte: EXAME

  • Publicações375
  • Seguidores4388
Detalhes da publicação
  • Tipo do documentoNotícia
  • Visualizações1498
De onde vêm as informações do Jusbrasil?
Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/noticias/brasil-tem-5-5-milhoes-de-criancas-sem-pai-no-registro/217859963

Informações relacionadas

Ana Suelen Porto, Advogado
Artigoshá 4 anos

Mais de 5,5 milhões de crianças não têm o nome do pai no registro de nascimento

Valdelice Silva, Juiz de Direito
Artigoshá 4 anos

Número de crianças sem nome do pai na certidão de nascimento. Saiba sobre o caso Thammy Miranda

Sub-registro paterno atinge 25% das crianças brasileiras

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 7 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL: AgInt no REsp XXXXX SP XXXX/XXXXX-8

A trajetória do divórcio no Brasil: A consolidação do Estado Democrático de Direito

5 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Interessante. Já trabalhei na justiça itinerante, em um projeto aqui em Roraima que ajudava juridicamente e psicologicamente crianças a obter o nome do pai no registro de nascimento, assistência e a própria presença dele na vida do filho. Projeto Pai Presente. É lindo poder ajudar essas crianças que sonham com a presença do pai na vida delas. continuar lendo

Linda iniciativa, Glenda! <3 continuar lendo

Triste realidade! continuar lendo

O fruto da libertinagem e irresponsabilidade, primeiro do Estado e depois dos pais. O estímulo do Estado é constante nesse sentido, que prestigia o cão, gato e outros animais como pessoas, mas estimulam a irracionalidade dos humanos.... continuar lendo