Busca sem resultado
jusbrasil.com.br
27 de Maio de 2024

Receita Federal notifica mais de 2,1 mil MEI's devedores na RPT para regularizar situação - empreendedores

Empreendedores que não regularizarem pendências financeiras serão excluídos do Simples Nacional

Publicado por Neuza Alves
há 8 meses

MEIs Empreendedores

Mais de 2,1 mil MEIs (Microempreendedores Individuais) na RPT (Região do Polo Têxtil) receberam notificações para regularizar pendências financeiras junto à Receita Federal ou à PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional), incluindo o Termo de Exclusão do Simples Nacional.

Mais de 2,1 mil MEIs (Microempreendedores Individuais) na RPT (Região do Polo Têxtil) receberam notificações para regularizar pendências financeiras junto à Receita Federal ou à PGFN (Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional), incluindo o Termo de Exclusão do Simples Nacional.

Esses empreendedores são aqueles que possuem dívidas da guia de recolhimento de tributos mensal (DAS-MEI) ou que não apresentaram a DASN (Declaração Anual do Simples Nacional).

MEIs Empreendedores

A Receita Federal reportou que até junho deste ano, aproximadamente 4,6 milhões de empresas ativas não haviam cumprido essa obrigação, notificando até o momento 393.678 MEIs com dívidas expressivas, totalizando cerca de R$ 2,2 bilhões em débitos.

Na RPT, Sumaré lidera com o maior número de MEIs devedores (607), seguida por Hortolândia (602), Americana (467), Santa Bárbara d’Oeste (332) e Nova Odessa (153).

Juntos, os MEIs das cinco cidades têm uma dívida de R$ 12,1 milhões.

A regularização apresenta como principal benefício a manutenção da empresa no Simples Nacional, que oferece carga tributária reduzida e simplifica a gestão financeira, consolidando diversos impostos em uma única guia de recolhimento.

Os relatórios de pendências estão disponíveis no DTE-SN (Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional) e no Portal e-CAC.

Os empreendedores notificados têm um prazo de 30 dias a partir da ciência para regularizar sua situação.

Mesmo que um MEI possua débitos com a Receita Federal ou a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e não tenha recebido o Termo de Exclusão, é fundamental regularizar as dívidas para evitar a exclusão do Simples Nacional e o consequente desenquadramento do Simei (Sistema de Recolhimento em Valores Fixos Mensais).

Para os MEIs inadimplentes, a Receita emitirá os termos de exclusão do Simples Nacional, mantendo o CNPJ ativo.

Entretanto, a empresa perderá a vantagem de recolher tributos em valores fixos mensais, passando a seguir as regras de apuração com base no lucro real ou presumido.

Nos próximos meses, empreendedores que não apresentarem a DASN-Simei (Declaração Anual Simplificada) do MEI por mais de 90 dias após o prazo de entrega poderão ter seu CNPJ tornado inapto.

Isso resultará na impossibilidade de emitir notas fiscais, cancelamento de licenças e alvarás, além das dívidas serem vinculadas ao CPF do microempreendedor, o que dificulta a obtenção de empréstimos ou financiamentos.

Exclusão

Os MEIs que não regularizarem suas pendências listadas no Relatório de Pendências que acompanha o Termo de Exclusão serão excluídos do Simples Nacional e desenquadrados do Simei a partir de 1º de janeiro de 2024.

Para verificar o valor exato das dívidas, os microeemprendedores podem utilizar o PGMEI (versão completa) com certificado digital ou código de acesso, na opção “Consulta Extrato/Pendências > Consulta Pendências no Simei”.

Além disso, as informações podem ser acessadas pelo aplicativo MEI, disponível para dispositivos Android e iOS.

https://www.aod.adv.br/post/receita-federal-notifica-mais-de-2-1-mil-meis-devedores-na-rpt-para-regu...

Fonte: site Grupo Liberal

  • Sobre o autorAdvogada
  • Publicações88
  • Seguidores16
Detalhes da publicação
  • Tipo do documentoNotícia
  • Visualizações683
De onde vêm as informações do Jusbrasil?
Este conteúdo foi produzido e/ou disponibilizado por pessoas da Comunidade, que são responsáveis pelas respectivas opiniões. O Jusbrasil realiza a moderação do conteúdo de nossa Comunidade. Mesmo assim, caso entenda que o conteúdo deste artigo viole as Regras de Publicação, clique na opção "reportar" que o nosso time irá avaliar o relato e tomar as medidas cabíveis, se necessário. Conheça nossos Termos de uso e Regras de Publicação.
Disponível em: https://www.jusbrasil.com.br/noticias/receita-federal-notifica-mais-de-2-1-mil-mei-s-devedores-na-rpt-para-regularizar-situacao-empreendedores/1998691886

Informações relacionadas

Julio Martins, Advogado
Artigoshá 8 meses

Nem meus irmãos, nem minha mãe querem suas partes na herança. É possível resolver tudo isso dessa forma por Inventário Extrajudicial?

Bruno Rodrigues da Rosa, Estudante de Direito
Artigoshá 8 meses

Vocabulário Jurídico

Bruno Rodrigues da Rosa, Estudante de Direito
Artigoshá 8 meses

Resumo Direito do Trabalho em linguagem acessível

Bruno Rodrigues da Rosa, Estudante de Direito
Artigoshá 8 meses

Resumo Teoria Geral do Processo em linguagem acessível

Pâmela Francine Ribeiro, Advogado
Artigoshá 7 meses

Sou profissional autônomo e presto serviço para empresa. Como pagar o INSS e emitir recibo fiscal para empresa?

2 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Agora é só fazer o L continuar lendo

Essa (maior) ganância estatal começou em 2023

Vão dizer que é coincidência

Tenho coisa mais importante a fazer do que ficar comparando presidente e outro, mas SALTA aos olhos o que um fez e o que outro está fazendo.
Inevitável (não fosse a décima notícia do gênero esse ano)

De alívio tributário gradual o país saltou a opressão - E tudo em nome do pobre, não esqueçam continuar lendo