Art. 37, § 8 da Constituição Federal de 88

Constituição Federal de 1988

ÍNDICE TEMÁTICO
Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao seguinte: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
§ 8º A autonomia gerencial, orçamentária e financeira dos órgãos e entidades da administração direta e indireta poderá ser ampliada mediante contrato, a ser firmado entre seus administradores e o poder público, que tenha por objeto a fixação de metas de desempenho para o órgão ou entidade, cabendo à lei dispor sobre: (Incluído pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
I - o prazo de duração do contrato;
II - os controles e critérios de avaliação de desempenho, direitos, obrigações e responsabilidade dos dirigentes;
III - a remuneração do pessoal."
Jonas Bortoletto, Advogado
ano passado

Análise do atual Direito Administrativo aplicado na transformação do Estado.

A CONSENSUALIDADE NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Jonas Bortoletto Santos RESUMO A administração pública vem passando por profundas transformações que derivam da própria transformação do Estado. As formas…

Empresas Públicas e Sociedades de Economia Mista

  O presente texto possui como principal objetivo explanar de maneira simples os principais pontos que ao ver deste autor são de fato interessantes e dignos de atenção e, anotação a respeito da…

Contrato de Gestão

O Contrato de Gestão é instrumento firmado entre o Poder Público e a entidade privada sem fins lucrativos qualificada como Organização Social, para formação de parceria de longo prazo, com vistas à…

Contratos de gestão exercidos pela Administração Pública através das Organizações Sociais de Saúde

Resumo: Este trabalho tem por objeto o estudo os contratos administrativos – contratos de gestão exercidos pela administração pública através das organizações sociais de saúde. Esses contratos são…

Entendendo as Autarquias em Regime Especial, as Agências Executivas e as Agências Reguladoras

A administração pública indireta é composta pelas chamadas pessoas administrativas, que são fruto da técnica administrativa da descentralização. Também chamadas de entidades administrativas, possuem…

O que é discricionariedade administrativa técnica ou imprópria na atuação da Administração Pública?

Maria Sylvia Zanella de Pietro expõe que a discricionariedade técnica ou imprópria, por não se relacionar diretamente com discricionariedade administrativa, já que não permite a decisão…

Estrutura Organizada da Administração Pública

Helly Lopes Meireles - Direito administrativo é o conjunto harmônico de princípios jurídicos que regem os órgãos, os agentes e as atividades públicas tendentes a realizar concreta, direta e…

Autonomia gerencial e financeira à Polícia Judiciária Civil

Resumo: O presente artigo tem por escopo apresentar as principais dificuldades enfrentadas pela Polícia Judiciária Civil na consecução de suas atribuições devido à falta de autonomia financeira e…

Administração Pública Direta e Indireta

Agência executiva Agência executiva é entidade jurídica pré-existente que, após o cumprimento de dois requisitos, recebe essa denominação após Decreto do Presidente da República. A pessoa jurídica…

Agências Reguladoras no Brasil

No Brasil os projetos do Código de Águas , elaborados em 1907 e 1933, da autoria de Alfredo Valladão, adotam confessadamente o modelo norte-americano de agências reguladoras, com poderes reguladores…